Unipartner manteve rota de crescimento durante 2020

GestãoResultados

A companhia prevê fechar 2021 também em rota ascendente, com um aumento de 15%.

Não obstante a conjuntura da pandemia em 2020, a Unipartner “reforçou a agilidade e o compromisso para com os clientes, acompanhando-os lado a lado na adaptação das suas operações ao novo contexto e a dar continuidade à sua transformação e inovação”.

Nesse sentido, a empresa anunciou ter mantido “a sua dinâmica de mercado a nível de ofertas, iniciativas e eventos próprios, tendo conquistado 17 novos clientes e aumentado o negócio em Espanha, o que levou à contratação de 5 novos colaboradores para este mercado”.

Por outro lado, a empresa ampliou também o seu investimento interno na qualificação e certificação dos colaboradores e deu continuidade ao seu programa de academias que em
2020 contou com 43 trainees nas diferentes áreas.

Ainda que se tivesse revelado “um ano extremamente atípico e exigente”, 2020 trouxe à
Unipartner oportunidades “que lhe permitiram crescer 12%, entre orders e revenue”.

O último ano para a Unipartner foi  ainda marcado pelo reconhecimento do trabalho desenvolvido,
com a atribuição de duas distinções Microsoft.

Para Fernando Reino da Costa, CEO da Unipartner “a economia está cada vez mais digital e o
contexto atual veio demonstrar que ainda há um grande trajeto a percorrer nas organizações
públicas e privadas para se modernizarem, melhorando a sua produtividade e interação com
os seus clientes ou cidadãos”.

O mesmo responsável acrescenta ainda que “2021 será um ano desafiante, contudo,
acreditamos que será um ano de início da viragem da economia. E, nesse sentido, estamos
confiantes que vamos continuar a nossa rota de crescimento”.

Assim, a Unipartner iniciou 2021 com uma fase de investimento, nomeadamente na melhoria do seu modelo organizacional, reforço da equipa e criação de áreas chave do negócio “para dar
resposta à missão e estratégia estabelecidas e, deste modo, preparar a organização para
maiores crescimentos futuros.”

A empresa espera fechar o atual ano fiscal com um crescimento na casa dos 15%. 

Read also :