Ucrânia prepara sistema de defesa cibernética

CyberwarSegurança

A Ukrenergo, uma empresa estatal de distribuição de energia, vai investir 20 milhões de dólares num novo sistema de cibersegurança. A empresa tem sido alvo de ataques constantes nos últimos dois anos.

A Ukrenergo, uma empresa estatal de distribuição de energia, vai investir 20 milhões de dólares num novo sistema de cibersegurança. A empresa tem sido alvo de ataques constantes nos últimos dois anos.

Vsevolod Kovalchuk, que está à frente da empresa energética, explicou que tanto a Ukrenergo como consultores internacionais identificaram cerca de 20 ameaças que serão neutralizadas com este novo sistema.

Em dezembro de 2015, um ataque cibernético deixou 225 mil pessoas sem eletricidade na parte oeste do país. Neste ataque, os hackers sabotaram o equipamento de distribuição de energia, complicando as tentativas de restaurar a eletricidade na região.

Um ano depois, um outro ataque fez com que Kiev ficasse sem eletricidade. Já em junho de 2017, a Ukrenergo terá sido uma das primeiras vítimas do ciberataque que começou na Ucrânia e se espalhou para todo o mundo onde milhares de computadores ficaram inutilizáveis.

Kovalchuk explicou que a empresa “desenvolveu um novo conceito de cibersegurança onde o único objetivo é que seja fisicamente impossível ter ameaças externas a afetar o sistema de energia ucraniano”.

Este sistema de defesa deverá estar ativo em 2020 e vai incluir novo software, assim como ações administrativas, explica o líder da empresa.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor