Uber vai investir no Sudeste Asiático

EmpresasFinançasNegócios

Dara Khosrowshahi comprometeu-se a investir no Sudeste Asiático, mesmo sabendo que a empresa pode vir a perder dinheiro no mercado.

Dara Khosrowshahi, CEO da Uber Technologies, comprometeu-se a continuar a investir agressivamente no Sudeste Asiático, mesmo sabendo que a empresa pode vir a perder dinheiro no mercado.

A compra de 15% da Uber por parte da SoftBank no último mês abriu as portas para a Uber combinar vários ativos que o grupo japonês possui em toda a Ásia. Entre esses ativos, a SoftBank detém participações na Grab, de Singapura, e na Ola, da Índia.

Na altura em que o investimento foi feito, a SoftBank disse que quer que a Uber se concentre em crescer nos Estados Unidos, Europa, América Latina e Austrália, mas não na Ásia, que é uma das regiões mais caras e competitivas para a empresa norte-americana.

Segundo uma notícia do início deste mês, a Uber pode estar a preparar-se para vender a sua unidade do Sudeste Asiático à rival e líder da região Grab em troca de uma participação substancial da empresa com sede em Singapura.

Ainda assim, Dara Khosrowshahi pareceu descartar essa estratégia nesta quinta-feira numa visita oficial à Índia, a primeira desde que está à frente da empresa.

“Esperamos perder dinheiro no Sudeste Asiático e esperar para investir de forma agressiva em termos de marketing, subsídios, etc”, explicou Khosrowshahi, acrescentando que existe um enorme potencial na região, graças à população e ao rápido crescimento de utilizadores de internet.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor