Uber planeia vender negócio do Sudeste Asiático

EmpresasFinançasNegóciosStartup

A Uber estará a preparar a venda do seu negócio no Sudeste Asiático à Grab, a empresa com sede em Singapura, em troca de uma participação substancial da empresa.

A Uber estará a preparar a venda do seu negócio no Sudeste Asiático à Grab, a empresa com sede em Singapura, em troca de uma participação substancial da empresa.

A informação foi avançada pela CNBC e cita duas fontes anónimas familiarizadas com processo. Estas fontes indicam que nenhum acordo foi ainda alcançado entre as duas empresas. A Uber recusou comentar a notícia.

Em novembro do último ano, a Reuters noticiou que o investimento de vários milhares de milhões de dólares por parte da SoftBank na Uber abriu a possibilidade de combiná-lo com outros ativos que o grupo japonês possui.

A Uber tem tido várias dificuldades no mercado asiático. Em agosto de 2016, chegou a acordo com a chinesa Didi Chuxing para a venda do seu negócio no país. A Didi Chuxing, que atualmente se está a expandir para o continente americano, tendo comprado uma startup brasileira no início do ano, era, na altura da aquisição da Uber China, a líder no país.

A Grab é uma das principais aplicações de transporte no sudeste asiático. Com sede em Singapura, a empresa está a operar noutros países vizinhos, como a Malásia, Tailândia, Vietname, Indonésia, Filipinas e Camboja, por exemplo.

Read also :