Uber desiste de processo em Londres

e-Regulação

A Uber decidiu retirar a ação legal que tinha apresentado contra a introdução de testes de língua inglesa mais rigorosos para motoristas em Londres.

A Uber decidiu retirar a ação legal que tinha apresentado contra a introdução de testes de língua inglesa mais rigorosos para motoristas em Londres depois do regulador da cidade ter diluído tais propostas.

A empresa de transportes tomou ações legais contra a Transport for London (TfL) depois de os motoristas terem que provar a sua capacidade para comunicar em inglês, incluindo um padrão de leitura e escrita. Estes testes eram, segundo a Uber, difíceis e poderia custar milhares de libras aos motoristas. Em março de 2017, a empresa norte-americana perdeu a batalha legal, mas teve o direito de recorrer da decisão.

Esta segunda-feira, a TfL anunciou que estaria a trabalhar para apresentar um novo teste que seja mais relevante para o papel de um motorista privado e que iria permitir que os candidatos “demonstrem o nível adequado de inglês no mesmo nível que o teste existente”. A Uber aplaudiu a decisão.

“Apoiamos a criação de padrões e acreditamos que um novo teste focado em situações que os motoristas podem encontrar tem muito mais sentido”, explicou um porta-voz da Uber, acrescentado que, como tal, a empresa não vai apresentar recurso à decisão do tribunal.

A empresa perdeu a sua licença para operar em Londres por questões de segurança. Durante os últimos meses, a empresa tem feito concessões à TfL e apresentado novos recursos de segurança, como suporte telefónico 24 horas por dia para os seus motoristas.

Read also :