T-Mobile

Deutsche Telekom considera parceria para a T-Mobile

Tim Hoettges, CEO da Deutsche Telekom, afirmou esta quinta-feira que irá considerar qualquer parceiro que possa aumentar a rentabilidade das suas operações em solo norte-americano. A Deutsche Telekom detém 66 por cento da T-Mobile US e o CEO da empresa alemã afirmou que “é nosso dever melhorar o retorno da T-Mobile US”, acrescentando que “se

T-Mobile faz sombra à Verizon e à AT&T

A T-Mobile ultrapassou as suas duas maiores rivais no mercado norte-americano das telecomunicações. Com um forte crescimento da sua base de subscritores, registado no primeiro trimestre de 2015, a T-Mobile fez sombra à Verizon e à AT&T, duas das maiores operadoras de comunicações móveis dos Estados Unidos. Já em março de 2014 a T-Mobile conseguira

T-Mobile aposta em clientes empresariais com pacotes especiais

Num evento da marca, a T-Mobile anunciou uma nova estratégia que passa pela oferta de opções empresariais de modo a expandir o portefólio de soluções da operadora. Com a criação de pacotes para empresas, a T-Mobile ambiciona obter uma quota de um mercado liderado pela AT&T e Verizon. A T-Mobile tem dedicado especial atenção ao

Deutsche Telekom recusa oferta da Iliad

A operadora alemã Deutsche Telekom deixou passar outra oportunidade para integrar o mercado norte-americano, depois de ter recusado uma oferta da francesa Iliad para comprar a sua unidade T-Mobile US. A Vodafone testemunhou uma queda do valor das suas ações maior do que qualquer outra grande fabricante de smartphones, desde que vendera, no passado mês

T-Mobile aposta em chamadas e mensagens através de Wi-Fi

A operadora alemã T-Mobile vai permitir que os seus utilizadores passem a poder utilizar Wi-Fi para efetuarem chamadas e enviarem mensagens de texto a partir dos seus smartphones, mantendo-os contactáveis e em contacto mesmo quando não haja rede. A empresa disse ontem que está também a oferecer aos seus clientes um Personal CellSpot, um aparelho

Deutsche Telekom recusa ofertas pela T-Mobile

A operadora alemã Deutsche Telekom vai recusar as propostas para a compra da sua unidade T-Mobile que valorizem a subsidiária em 35 dólares por ação, considerando o valor significativamente reduzido. Esta revelação surge como uma contradição à notícia que a Bloomberg divulgara ontem, na qual fora avançado que a Deutsche Telekom estaria disposta a considerar ofertas para a

Sprint desiste de aquisição da T-Mobile

A norte-americana Sprint deixou cair por terra as suas intenções para adquirir a T-Mobile, a quarta maior operadora norte-americana, depois de as autoridades reguladoras não terem mostrado o mínimo indício de quererem aliviar as pressões e resistências com que têm vindo a fustigar o negócio. A desistência, revelada por uma fonte próxima do assunto, fez

Sprint prepara-se para comprar T-Mobile por 32 mil milhões

A Sprint acordou pagar mais de 32 mil milhões de dólares para adquirir a T-Mobile, numa tentativa de juntar as terceira e quarta maiores operadoras de redes móveis nos Estados Unidos, de acordo com informações avançadas pela Reuters. A japonesa Softbank, que detém a Sprint, e a Deutsche Telekom, que possui 67% da T-Mobile, ainda

BlackBerry termina licenciamento com a T-Mobile

A BlackBerry anunciou que não irá renovar a licença com a T-Mobile para vender produtos da marca canadiana depois do atual contrato expirar, no dia 25 de abril. A BlackBerry afirmou, ainda, que irá continuar a fornecer serviços e suportar aos atuais clientes da rede da T-Mobile e aqueles que comprarem produtos do inventário da

Fusão entre Sprint e T-Mobile recebida com ceticismo

O diretor executivo da SoftBank, Masayoshi Son, revela continuar interessado em concretizar a fusão entre a sua operadora móvel Sprint e a T-Mobile, apesar do ceticismo expressado pelas entidades reguladoras devido a uma possível consolidação da indústria. O CEO Son, da SoftBank, mantém-se determinado em levar adiante a junção das operadoras móveis T-Mobile e Sprint,

T-Mobile sob o olhar atento da SoftBank

O diretor executivo da SoftBank, Masayoshi Son, pondera comparar a T-Mobile. O CEO vai presidir um colóquio dia 11 de março em Washington para discutir o atual panorama da indústria americana de comunicações wireless e a dimensão competitiva global. É especulado que Son esteja a considerar apresentar uma proposta de licitação para a operadora móvel

Sprint pode apresentar proposta para adquirir a T-Mobile

Segundo uma fonte próxima da agência, o presidente do Conselho da Sprint, Masayoshi Son, deve se reunir esta semana com o presidente da Comissão Federal de Comunicação, Tim Wheeler. Este encontro acontece na mesma altura em que a Sprint – terceira maior operadora norte-americana – se prepara para fazer uma oferta pela rival T-Mobile. De

T-Mobile expande-se no mercado dos cartões bancários

A T-Mobile está a produzir um cartão Visa com caraterísticas bancárias incluídas numa aplicação smartphone de gestão de dinheiro e que garante redução de serviços tarifários para os clientes T-Mobile. O cartão da T-Mobile é emitido e subsidiado pela Bancorp Inc e é licenciado pela Visa. Tem semelhanças com uma conta bancária e, nesse sentido,

Wall Street preocupado com guerra de operadoras americanas

A competição de fim de ano entre as operadoras de telecomunicações norte-americanas preocupou Wall Street. Os analistas acreditam que os lucros desta indústria podem cair fortemente. Foram várias as iniciativas agressivas noticiadas por parte das operadoras americanas para conseguirem mais clientes. O caso da AT&T foi um dos mais falados. No início do ano, a

NEC fornece serviço de cloud storage na Holanda

A NEC Corporation anunciou que a T-Mobile Holanda, uma operadora móvel do grupo Deutsche Telekom, selecionou a NEC para fornecer um serviço de cloud storage e que já se encontra disponível para os clientes da empresa na Holanda. O “T-Mobile Cloud” oferece aos utilizadores um ambiente cloud pessoal com a possibilidade de aceder a 5

Clientes da T-Mobile com forte crescimento

A T-Mobile US reportou um grande aumento dos seus clientes no quarto-trimestre e começou a pagar a clientes de outras para mudarem para a empresa a partir de operadores concorrentes, escalando uma já intensa competição no mercado wireless norte-americano. A empresa, a quarta maior operadora dos Estados Unidos, prometeu pagamentos até 350 dólares por linha

AT&T e T-Mobile pagam a clientes para mudarem de operadora

Surgiram rumores de que a T-Mobile vai anunciar, durante o CES 2014, um novo programa que dá aos clientes até 350 dólares de crédito se estes mudarem para a T-Mobile, provenientes de outras operadoras. A AT&T oferece algo semelhante. Este é o mais recente esforço por parte da T-Mobile para “roubar” clientes à maior operadora

AT&T segue T-Mobile e corta preços dos serviços de telefone

A AT&T introduziu uma nova linha de planos de serviço que espera poupar aos clientes, em média, 15 dólares por mês, cedendo à pressão da T-Mobile. O plano Mobile Share Value elimina subsídios usados para baixar os preços dos telefones. Os utilizadores que tenham ou compram a prestações um dispositivo, podem começar a usar um

T-Mobile planeia comprar propriedade de grupo privado

O grupo norte-americano T-Mobile está a considerar comprar a propriedade de um grupo privado não identificado e irá usar alguns fundos de um plano de dois mil milhões de dólares de oferta de ações para financiar o negócio. Depois de o mercado fechar na segunda-feira, a empresa anunciou uma oferta para mais de 72 milhões

T-Mobile aumenta subscritores

A quarta maior provider de telemóveis norte-americana, a T-Mobile, anunciou um aumentou acima do esperado dos seus subscritores, ultrapassando, neste trimestre, os seus “rivais” AT&T e colocando pressão na concorrência mais direta, e líderes de mercado, Verizon Wireless. Este foi o segundo trimestre seguido de crescimento depois de quatro anos onde a T-Mobile perdia, constantemente,