resultados

Cilnet cresce 25% em rentabilidade no ano de 2018

A Cilnet, tecnológica portuguesa de serviços de engenharia na área das TI, terminou o ano de 2018 com um crescimento de 25% de rentabilidade e de 16% em volume de negócios, excedendo o objetivo a que se propôs, resultado da estratégia de criação de uma oferta de soluções integradas com a componente própria de Serviços.

Huawei vende 59 milhões de smartphones no 1º trimestre de 2019

A Huawei redefiniu as regras da fotografia com a inovadora série Huawei P30 que apresenta o revolucionário sensor Huawei SuperSpectrum, uma lente ótica SuperZoom e a tecnologia avançada de estabilização ótica e de imagem assistida por Inteligência Artificial.

Garmin apresenta resultados financeiros

A Garmin deu a conhecer os seus resultados referentes ao primeiro trimestre de 2018, terminado a 31 de março de 2018, tendo somado 711 milhões em receitas.

Wondercom regista crescimento de 46%

A Wondercom alcançou em 2017 um volume de negócios de 17.6 milhões de euros, atingindo os objetivos a que se propôs com a adaptação necessária.

Bosch com resultados históricos

A Bosch anunciou os seus resultados globais relativos a 2017 e prevê continuar a crescer em 2018 apesar do ambiente económico difícil a nível mundial.

Baidu com resultados melhores que as expectativas

A empresa chinesa Baidu apresentou as suas receitas trimestrais e bateu as expectativas dos investidores. A empresa revelou ainda um plano para colocar a iQiyi, um serviço semelhante ao Netflix, em bolsa nos Estados Unidos.

Ações da Snap sofrem queda de 4,9% e regressam ao valor da entrada na bolsa

As ações da Snap valem agora o mesmo que no seu IPO. A casa-mãe do Snapchat teve uma queda para 17 dólares por ação, o valor do primeiro dia como empresa cotada. Isto reflete a falta de confiança dos investidores na empresa que tem tido uma concorrência cada vez maior das outras redes sociais.

Vodafone Portugal consolida tendência de crescimento no quarto trimestre

Durante o quarto trimestre, que encerra o ano fiscal de 2016-2017 (com início em abril de 2016 e conclusão em março de 2017), a Vodafone Portugal apresenta um incremento das Receitas de Serviços, suportado principalmente pelo forte dinamismo no mercado das comunicações fixas. O foco no cliente, o investimento na expansão e modernização das redes fixa e móvel de última geração são também outros dos motivos apontados pelo CEO da Vodafone Portugal.

Grupo E.Life prevê crescimento de 36% para 2017

O grupo E.Life, especializado em inteligência de mercado e gestão do relacionamento nas redes sociais, alcançou, em 2016, um volume de negócios que ultrapassou os 10 milhões de euros nos mercados de Portugal, Espanha e Brasil. A empresa vem agora indicar que as suas previsões para este ano são de crescimento de 36% no mercado ibérico.

Resultados da Nokia acima do esperado

O lucro do quarto trimestre da finlandesa Nokia caiu menos do que o esperado. Para isso ajudou os cortes de custos e a aquisição da Alcatel-Lucent. A companhia afirmou em comunicado que o mercado global está a começar a estabilizar.

BlackBerry regista prejuízos de 117 milhões de dólares

O terceiro trimestre fiscal da BlackBerry não foi nada simpático, com a empresa canadiana a registar um prejuízo líquido de 117 milhões de dólares. Uma performance que piorou em relação face a 2015, quando obteve um resultado negativo de 89 milhões de dólares.

Sage cresce 6% em território nacional

A britânica Sage divulgou à imprensa um crescimento da receita orgânica no ano fiscal de 2016 de 6,1% e a mais rápida taxa de crescimento da receita recorrente em dez anos de 10,4%. Em Portugal, a empresa cresceu cerca de 6%, atingindo um crescimento das receitas recorrentes de 16%.

Lucro líquido da dona da Google sobe 27,6%

A Alphabet, holding que detém a Google, fechou setembro com 5,06 mil milhões de dólares, um crescimento de 27,6%, enquanto as receitas subiram outros 20%, passando para 22,45 mil milhões entre julho e setembro. Conseguiu ainda reduzir os prejuízos de outras “apostas”, como o Google Nest (de automação residencial) e o Google Fiber.

Anturio regista crescimento de 20% no primeiro semestre

Negócio internacional, com destaque para Moçambique, o crescimento do mercado interno e a aquisição de duas novas empresas permitiu à Anturio registar um crescimento de 20% no primeiro semestre face a igual período de 2015.