Reclamações

Anacom e ASAE já discutiram fiscalização dos contratos feitos por telefone

A Anacom pretende assumir a fiscalização dos contratos de telecomunicações efetuados por via telefónica, uma responsabilidade que recai sobre a ASAE. Esse foi um dos temas discutidos numa reunião entre as duas entidades. A forma como os serviços são vendidos foi o assunto mais reclamado pelos consumidores no primeiro semestre de 2015.

Setor das Telecomunicações é o principal alvo de queixas à DECO

Tendo em conta todos os setores de atividade, o número de pedidos de informações e de reclamações por parte dos consumidores portugueses cresceu quase dez por cento. Os dados são da DECO, a Associação Portuguesa de Defesa do Consumidor, que revela ainda que o setor que mais queixas reuniu foi o das Telecomunicações. Há uma

Reclamações da Deco dominada por serviços de comunicação

A Deco registou 54440 contactos sobre serviços de comunicação. Os serviços financeiros ficaram em segundo lugar e as venda sonline também  mereceram referências negativas. No balanço da atividade em 2013, a Deco revelou, em comunicado, que recebeu mais de 54 mil reclamações sobre serviços de telecomunicações. 501744 consumidores contactaram a entidade, um aumentou de 15