receitas

Baidu com resultados melhores que as expectativas

A empresa chinesa Baidu apresentou as suas receitas trimestrais e bateu as expectativas dos investidores. A empresa revelou ainda um plano para colocar a iQiyi, um serviço semelhante ao Netflix, em bolsa nos Estados Unidos.

Twitter com lucros pela primeira vez

O Twitter registou lucros pela primeira vez no último trimestre do último ano, tendo atingido uma receita melhor do que o esperado. Em resposta, as ações subiram 22%.

Alibaba bate expectativas

A maior empresa de e-commerce da China, a Alibaba, apresentou os seus resultados trimestrais. O destaque vai para as receitas que subiram 56%, batendo as expectativas dos investidores.

Samsung quer aumentar receitas em África

A Samsung Electronic está a planear duplicar as receitas anuais dos seus mercados africanos para que, em conjunto, representem 20% das receitas da empresa nos próximos cinco anos.

NOS regista aumento de 2,9% nas receitas do primeiro trimestre de 2017

A NOS apresenta, no primeiro trimestre, crescimentos em todos os segmentos de negócio quer em receita quer em clientes, quando comparado com o período homólogo de 2016.  A empresa registou 381 milhões de euros em receitas, um aumento de 2,9% quando comparado com o ano anterior.

Konica Minolta quer quadruplicar receitas na Europa até 2020

A empresa tecnológica revelou na CeBit 2017, que decorre na Alemanha, que planeia atingir um volume de negócios anual quatro vezes superior ao actual. Relativamente ao último ano fiscal, Konica Minolta apresentou resultados que rondam os 115 milhões de euros.

Fortinet consegue aumento de 26% na receita em 2016

A empresa terminou o ano de 2016 com receita total de 1.28 mil milhões de dólares americanos, que representam o crescimento de 26% face a 2015. A empresa de soluções de segurança cibernética anunciou os resultados do ano fiscal que encerrou a 31 de dezembro de 2016.

Instagram vai mostrar anúncios no Stories

O Instagram anunciou, esta quarta feira, que vai começar a mostrar publicidade numa das suas funcionalidades com mais sucesso, o Stories. O objectivo da rede social é aumentar as receitas.

HP Inc bate estimativas de receitas e lucro

A HP Inc viu as suas receitas e lucros crescer, principalmente por causa da maior procura pelos portáteis da marca. Por outro lado, as impressoras do negócio de hardware da antiga Hewlett-Packard Co viram as suas receitas descer em relação ao segundo trimestre de 2016 e ao terceiro trimestre de 2015.

Facebook quer mais dos anunciantes indianos

O Facebook sente que não está a tirar o máximo proveito do mercado indiano, o segundo maior no que toca a subscritores da rede social. Por isso, a empresa está a desenvolver funcionalidades direcionadas para os anunciantes indianos, que ainda não estão convencidos das potencialidades da plataforma a nível do marketing.

Cloud catapulta valor da Amazon

A Amazon vale agora mais de 270 mil milhões de dólares, depois das receitas geradas pelo negócio de serviços cloud terem quase duplicado durante o segundo trimestre.

Receitas da Huawei crescem 30 por cento na primeira metade do ano

A gigante de equipamentos de telecomunicações chinesa divulgou esta segunda-feira os resultados financeiros para os primeiros seis meses deste ano. Com receitas no valor de 28,3 mil milhões de dólares, a representar um aumento de 30 por cento face ao ano passado, a Huawei parece estar num bom caminho para atingir os objetivos traçados para 2015.

Receitas da HTC caem para metade face ao segundo trimestre de 2014

A HTC, multinacional taiwanesa de smartphones e tablets, revelou os resultados não auditados para o segundo trimestre de 2015. E não são animadores: as receitas da empresa caíram quase para metade em comparação com o valor registado no mesmo período do ano passado.

Infineon prevê subida das receitas anuais acima dos 34 por cento

A Infineon aumentou, pela segunda vez este ano, as previsões para os lucros de 2015. A fabricante de microprocessadores espera que a desvalorização do euro e a sua mais recente aquisição, a International Rectifier, potenciem as suas receitas. Especializada no desenvolvimento de chips para as áreas da eficiência energética, da mobilidade e da segurança, a

Cognizant regista aumento de 20 por cento das receitas

Os resultados trimestrais da Cognizant foram melhores do que os esperados. As receitas dos primeiros três meses de 2015 subiram 20 por cento, superando as estimativas dos analistas, e foram potenciadas pelo fortalecimento dos seus negócios de serviços financeiros e de saúde. A Cognizant entrou em 2015 com o pé direito, depois de ter revelado

Receitas da Microsoft superam estimativas

Os resultados da Microsoft para este primeiro trimestre de 2015 superaram as expectativas. A subida inesperada das receitas e dos lucros da empresa tecnológica foi motivada pela venda de equipamentos e de serviços de computação cloud, que atenuou a queda do segmento Windows, o seu negócio nuclear. Nos derradeiros três meses de 2014, as receitas

Red Hat excede expectativas graças a cloud e open source

Sendo uma das responsáveis pela distribuição do sistema operativo Linux, a Red Hat apresentou os últimos resultados financeiros onde figuram valores superiores aos esperados pelos analistas de Wall Street. A empresa terá vindo a beneficiar do crescente interesse em software livres e em serviços cloud. Os mais recentes números da Red Hat demonstram que, no

Receitas do grupo Exclusive subiram 91 por cento em 2014

As receitas do grupo Exclusive totalizaram os 627 milhões de euros em 2014. Este aumento de 91 por cento foi um reflexo dos esforços de expansão internacional e de reforço do portefólio de serviços do proprietário da Exclusive Networks. Especializado no desenvolvimento e oferta de serviços de valor acrescentado, o Exclusive, segundo fontes oficiais, conseguiu,

Vodafone em recuperação na Europa

As expectativas faziam crer que os números do último relatório do Grupo Vodafone não seriam animadores, no entanto, os valores apontam para uma recuperação estável. Espanha e Itália estão entre os mercados com maior quebra. No último trimestre, o Grupo Vodafone alcançou cerca de 14 mil milhões de euros, com um crescimento de 13,5 por cento,