opiniao

Inteligência de mercado: do VAR à arte

Que o VAR é o grande solucionador de jogadas polémicas no futebol parece a grande lição retirada do último Mundial da Rússia. No entanto, continuam a ser os árbitros quem interpretam o que registaram as câmaras; e o mesmo acontece nos negócios com dados. Atualmente, é praticamente impossível não ler a cada dia, em qualquer

As profissões do futuro em IT

Informática é um termo usado para descrever o “conjunto de ciências relacionadas com o armazenamento, transmissão e processamento de informações em meios digitais”, segundo a Wikipédia (que até ela não existia sem isto da informática!

Cyber Segurança, o que virá a seguir?

Será possível antecipar e prever o que se segue na área da segurança? Fazer previsões numa área considerada como a mais dinâmica e em crescimento em Tecnologias da Informação -TIs é sempre um risco. Começando pelas más noticias, todos sabemos que o número de cyber ataques tem vindo a crescer de dia para a dia, tanto a nível de número, como também ao nível de impacto nas organizações.

Os novos trunfos da IA

Hoje, em 2018, ainda há detractores que dizem que a Inteligência Artificial é um hype, e que esta vaga poderá terminar em breve. A primeira “vaga” de IA teve lugar na década de 1990. Na minha opinião, a Inteligência Artificial veio para ficar e gostaria de explicar porquê, comparando o ambiente IA de há 25 anos com o de 2018.

Torne os seus negócios inteligentes

 O Big Data, atualmente, é dos temas mais em voga, não só pela sua importância, mas também pelo impacto que tem em transformar os negócios das organizações. Quer pela quantidade de dados gerados diariamente, o que obriga a uma necessidade de os analisar, quer pelo facto de impulsionar novas oportunidades de negócio, ou seja, novos postos de trabalho e, consequentemente, riqueza para a economia.

Há novas tendências também no recrutamento? Há pois!

O processo de recrutamento e seleção de novos colaboradores é um momento crucial para que se consiga garantir profissionais qualificados, produtivos e comprometidos, sendo fundamental estar atento às novas tendências para nos conseguirmos adaptar ao mercado de trabalho!Atualmente, as estratégias de Recursos Humanos têm mudado, em grande medida devido aos avanços tecnológicos e às inovações nos processos do setor.

Opinião | Alguma vez pensou em criar um Shared Service Center em Portugal?

Atualmente as empresas centram cada vez mais as suas funções de back-office numa única unidade de negócios – Shared Service Center ou SSC – estrutura que permite simplificar as operações, reduzir os custos e melhorar a qualidade dos produtos e serviços. No passado, grandes empresas como, a título de exemplos, Lufthansa ou a Nestlé, estabeleceram alguns dos seus serviços de apoio na Europa Oriental com grande sucesso. O conceito aparentava ser lógico e permitia a tão desejada redução de custos através de uma produção low cost.

Opinião | Agora sim, com distância, analisamos o lado humano do Web Summit

Seria quase uma imprudência não fazer pelo menos uma referência ao Web Summit, um dos maiores eventos tecnológicos do mundo e as opiniões comuns são da grande qualidade das diferentes intervenções e da riqueza de conteúdos. Confesso que em alguns momentos desejei ter a capacidade da ubiquidade.

Opinião | Porque as empresas precisam cada vez mais de parceiros tecnológicos?

O desenvolvimento tecnológico nos últimos anos tem sido excecional, surgindo, a cada ano, novas plataformas e formas de utilizar a tecnologia em prol dos negócios. Mais recentemente, com o desenvolvimento de plataformas de IAAS (Infrastructure As A Service), PAAS (Platform As A Service) e SAAS (Software As A Service), as empresas, no geral, tendem a adotar estas tecnologias, de forma a manterem-se competitivas num mercado cada vez mais dinâmico.

Opinião | A evolução dos dados em cinco vertentes

Muitos de nós na NetApp ouvimos afirmações de que o mundo está a mudar de forma fundamental e rápida. A transformação digital é – ou deveria ser – uma peça central em qualquer estratégia tecnológica empresarial. E, directamente no centro de tudo isso, encontram-se os dados. À medida que os dados se convertem em elementos

Opinião | Blockchain… uma ferramenta promissora para melhorar a optimização, controlo e transparência de processos

Em poucas décadas, a tecnologia evoluiu de uma forma tão acelerada e passou a estar tão intrinsecamente incorporada nas nossas vidas, que nos custa conceber uma sociedade e um dia-a-dia sem uma presença digital. Os próprios modelos de negócio têm evoluído muito graças à inovação, rapidez e segurança promovidas pelas inúmeras soluções tecnológicas que surgem no mercado e que, sem dúvida, melhoram a eficiência e o desempenho das organizações face a um cenário cada vez mais competitivo e variável.

Search Engine Optimization: Prepare a sua marca para ser encontrada

Disrupção. É a palavra de “ordem”. O choque de gerações e a mudança constante de
paradigmas colocam negócios de empresários experientes em causa, enquanto jovens recémlicenciados criam negócios altamente lucrativos sem precisarem de um espaço físico. O comportamento do consumidor alterou-se drasticamente nos últimos anos e, por isso, já não compra da mesma maneira. Se já não compra da mesma maneira, devemos continuar a vender da mesma maneira?

Opinião | A Vaga Digital…ontem, hoje, amanhã

Em 1982 apareceram os primeiros computadores Spectrum e recordo-me de na altura com 10 anos questionar-me como é que os bonequinhos se mexiam ao ritmo das dedadas frenéticas no teclado. Muito joguei “Match Day e Match Point” mas nunca imaginei, nem por um segundo, que a evolução digital tivesse o desenvolvimento que teve.

Opinião| Jogar pelo seguro numa era em constante mudança…

Soluções eficazes, ágeis, escaláveis, rápidas e que assegurem níveis de competitividade altos. Diria que, no geral, é isto que as organizações procuram para conseguir estar à altura das necessidades e exigências dos seus clientes e, assim, poder vingar no mercado onde atuam.

Ajudar as empresas a transitar para uma estratégia de trabalho móvel produtiva e segura

Por toda a Europa a tecnologia alimenta a transição para o trabalho móvel e à distância para, com ela, atingir um novo patamar de produtividade. O ritmo dessa mudança é tal que os trabalhadores já não esperam, mas aguardam por opções mais flexíveis que satisfaçam o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. Contudo, sem a infraestrutura de TI e as competências digitais adequadas, essa estratégia será mais um obstáculo do que uma ajuda para as empresas.

Opinião | O drama do preenchimento do IRS

Por esta altura do ano, milhares de portugueses estão ainda a fazer ou a preparar-se para realizar o preenchimento da sua declaração anual de IRS. Este acto, que é obrigatório e que para muitos, como é o meu caso, não pode ser realizado de forma automática, é uma verdadeira dor de cabeça.

Opinião | Ciberataques: de que vale ter uma porta blindada se não a trancamos?

Nos últimos tempos tem sido cada vez frequente a existência de ataques informáticos às organizações. Exemplos como ataques ao Ebay e Dropbox, com o roubo de credenciais e senhas de acesso ou o alegado ataque russo à campanha de Hillary Clinton, que resultou na divulgação de mais de 60 mil e-mails da campanha são um novo paradigma.

Opinião | Ransomware: quando a ameaça se torna realidade

Há já muito tempo que ouvimos falar da ameaça potencial do ransomware, mas na realidade sem fazer grande caso da questão (afinal, acontece é sempre aos outros). Pois bem, na sexta-feira passada a ameaça potencial tornou-se realidade. Uma situação que afetou empresas de mais de cem países – o maior ciberataque registado até hoje.

Opinião | Segurança Móvel: oito dicas para proteger os dados e dispositivos

A nova regulação da União Europeia responsabiliza qualquer empresa ou indivíduo pela proteção dos dados guardados do utilizador, incluindo terceiros, tais como fornecedores de serviços em nuvem. Enquanto se espera que seja implementada, vários países estão a antecipar-se e já estão a fazer os seus próprios regulamentos. A Federal German Data Protection Act, por sua vez, também aprovou diretrizes sobre como os dados da empresa devem ser armazenados, utilizados e acedidos a partir de dispositivos privados.

Retalho móvel: 7 dicas para transformá-lo no centro da sua estratégia

Com o início do ano ainda recente, temos a oportunidade de fazer novas e ousadas previsões, além de também projetar novas soluções. 2017 será o ano em que os clientes poderão finalmente ser ‘mobile-only’. E vale lembrar que nos últimos três anos, ouvimos falar muito de ‘mobile-first’. O telemóvel estará no centro de qualquer nova organização iniciada em 2017.

Big Data e Machine Learning no centro da transformação digital

A análise de dados vai além do big data e sua crescente adoção. Recentemente, uma pesquisa da Forrester Research mostrou que, em média, 40% dos líderes de análise de dados globais afirmam que já estão a implementar ou a expandir o uso da tecnologia de big data, e 30% dos que ainda não adotaram planeiam fazê-lo até o próximo ano.

A indústria de cibersegurança precisa de mulheres

Nos dias de hoje, a maioria das pessoas associa o termo “cibersegurança” à tecnologia, e embora isso seja verdade, a maioria das pessoas não vai mais além e reconhece os seus outros aspectos. Mas é importante saber que esta indústria tem crescido significativamente à medida que o mundo migra para a digitalização.

A Segunda Economia e os desafios para uma segurança eficaz

A economia convencional, constituída por notas e moedas, transformou-se totalmente e hoje depende de sistemas digitais distribuídos, que formam a “Segunda Economia”. Esta nova realidade engloba diversos sistemas vulneráveis e atrai a atenção de cibercriminosos que procuram o máximo de oportunidades para aplicar fraudes, cometer roubos e destruir reputações.

As cinco tendências em TI para 2017

A troca de serviços de telefones fixos para a nuvem vai acelerar significativamente em 2017. O sistema de telefone PBX está a tornar-se uma relíquia do passado para as empresas: caro para manter e difícil de atualizar e escalar de acordo com as mudanças de necessidades. Um número crescente de empresas tem de substituir o equipamento órfão inesperadamente e estas companhias estão sob pressão para permanecerem dinâmicas num cenário cada vez mais competitivo.