Irão

Hackers iranianos espiaram oficiais em todo o mundo

Um grupo de cibercriminosos iranianos, ao longo de três anos, espiou líderes políticos e militares de alta patente de várias nações, incluindo os Estados Unidos e Israel, através da criação de perfis de Facebook falsos e de um portal noticioso fictício com o nome NewsOnAir.org, numa operação de espionagem cibernética sem precedentes. A empresa de

Irão acusa apps do Facebook de infringir privacidade

Um tribunal conservador da província sulista de Fars no Irão deu início a um processo judicial contra o Instagram e o WhatsApp, ambos os serviços sob a alçada do Facebook, relativamente a alegadas violações do direito à privacidade. O juiz ordenou ainda que o CEO da rede social Mark Zuckerberg deveria comparecer diante do tribunal

Presidente iraniano quer maior aposta em novas tecnologias

O Presidente iraniano Hassan Rouhani declarou que a Internet deve ser vista como uma ferramenta do progresso, e mostra-se determinado em aplicar uma abordagem às novas tecnologias que em tudo diverge da do seus antecessor Mahmoud Ahmadinejad, cujo mandato de oito anos terminou no ano passado. Rouhani deixou bem claro que o Irão deveria investir

Instagram pode ser bloqueado no Irão

A rede social de partilha de fotos Instagram poderá ser bloqueada no Irão. A confirmar-se, esta rede social juntar-se-á ao Facebook, Twitter, YouTube, Google+, Tumblr, Pinterest, MySpace e Hi5 na lista de interdições do país. Apenas os chineses Qzone e Weibo, o japonês Line e os norte-americanos LinkedIn, WhatsApp e Instagram estão acessíveis no país.

Stuxnet torna-se a primeira ciber-arma do mundo

Os criadores do Stuxnet perceberam agora que tinham criado a primeira ciber-arma do mundo. Segundo um estudo da The Langner Group, estes criadores pretendiam apenas inovar num novo tipo de guerra digital e não causar destruição em larga escala nas instalações nucleares iranianas. O líder da especialista em sistemas de controlo industrial, Ralph Langner, refutou

Ministro da Cultura iraniano quer acabar com proibição dos Social Media

O governo iraniano deverá legalizar o acesso a redes sociais como o Twitter e Facebook, afirmou o ministro da cultura e guia islâmico Ali Jannati. Jannati afirmou que “não apenas o Facebook mas outras redes sociais deverão estar acessíveis e a qualificação ilegal deve ser removida”. O Irão, atualmente, bloqueia os acessos a sites que