hackers

Milhões de emails spam estão contaminados com trojan financeiro, diz Symantec

Trata-se do Trojan Dridex, que surgiu como uma das ameaças mais perigosas às instituições financeiras em 2015. O número de infeções detetadas pela Symantec, empresa de segurança da informação, entre janeiro e abril, apontou para menos de 2 mil infeções por mês, número que atingiu quase 16 mil em junho.

Saúde, educação e governo foram setores mais atacados por hackers em 2015

O Relatório Anual de Roundup de Segurança, “Setting the Stage: Landscape Shifts Dictate Future Threat Response Strategies”, da Trend Micro, analisou os incidentes de segurança mais significativos de 2015. A pesquisa da empresa de segurança da informação confirma que os atacantes estão cada vez mais corajosos, inteligentes e ousados. São fortes em vetores de ataque, esforços de ciberespionagem e atividades do submundo cibernético numa base global.

Relatório de Segurança mostra que 2016 será ano do “dano colateral”

Este é um dos resultados do relatório Cyber Risk Report 2016, da Hewlett Packard Enterprise (HPE). O levantamento identificou ainda que vulnerabilidades de aplicações, patches e monetização de malware são os novos desafios de segurança que as empresas irão enfrentar ao longo de 2016. Realizado anualmente, o estudo mapeia as principais ameaças de segurança que atingiram as companhias durante os últimos 12 meses e projeta tendências para o ano.

Sites da BBC atacados por hackers

Todos os sites da BBC estiveram em baixo durante várias horas esta quinta-feira, em resultado de um ataque de larga escala via DDoS – ataque distribuído de negação de serviço. Os cibernautas que tentavam aceder a qualquer dos sites do grupo britânico viam apenas uma mensagem de “erro interno.”

Sistema de pagamentos dos hotéis Hyatt pirateado

A cadeia hoteleira Hyatt descobriu malware no seu sistema de pagamentos, que contém os dados dos cartões de débito e crédito dos seus clientes, e pede aos clientes que estejam atentos aos movimentos nas suas contas. A empresa contratou especialistas em cibersegurança e está agora a investigar o sucedido.

China pode ter quebrado acordo de cibersegurança com os EUA

A empresa de cibersegurança CrowdStrike revelou que pelo menos sete servidores de empresas norte-americanas foram alvo de ataques por hackers chineses nas últimas três semanas. Isto aconteceu depois de Obama e Xi Jinping terem assinado um acordo no qual ambos os países se comprometiam a não realizar ciberespionagem para roubar segredos comerciais.

Malásia prende hacker suspeito de ter ligações com o Estado Islâmico

O governo malaio capturou um homem suspeito de ter roubado e vendido informações pessoais de mais de mil funcionários de segurança dos Estados Unidos às unidades do Estado Islâmico localizadas na Síria. As autoridades policiais da Malásia disseram que o hacker aguarda extradição para os EUA.

Tesla: “os hackers são um grupo muito importante para nós”

A conferência Def Con, que decorre todos os anos em Las Vegas, é uma das maiores convenções de hackers em todo o mundo. Na última edição, este sábado, Khobi Brooklyn, porta-voz da Tesla, lisonjeou os hackers, dizendo que são um grupo muito importante para a empresa.

Pulseiras fitness são facilmente hackeadas

Uma investigação da Kaspersky Lab revelou que é muito fácil aceder aos dados contidos numa fitness band, ou pulseira de monitorização de atividade física. Os cibercriminosos podem contornar processos de autenticação e deitar a mão a informações do utilizador. A grande maioria destas pulseiras tecnológicas que registam a atividade física do seu utilizador recorre a

Hackers russos invadiram servidores do Pentágono

O secretário de Defesa dos EUA Ashton Carter admitiu publicamente que hackers russos foram capazes de aceder uma rede não confidencial do Pentágono no início deste ano.   “Rapidamente identificamos que a rede estava comprometida e colocamos uma força-tarefa para caçar os intrusos em menos de 24 horas”, afirmou Carter, durante um discurso sobre tecnologia e

Gemalto diz que poderá ter sido vítima de espionagem informática

A Gemalto junta-se ao jornal The Intercept nas suspeitas relativas a possíveis ataques de espionagem informática com o objetivo de roubar dados de telecomunicações. Ainda assim, a empresa garante que as informações dos utilizadores não terão sido comprometidas. Na última semana, documentos confidenciais levados a público indicavam que a Gemalto poderia ter sido atingida por

2014 ficou marcado pelo aumento do cibercrime

Em 2014, organizações como a JP Morgan, a Orange, o Barclays, a Dropbox e a Sony foram vítimas de lesadores ataques cibernéticos. Um estudo da Kaspersky demonstra que é preciso reforçar a segurança digital das empresas e ilumina o mercado ilegítimo alimentado pelos dados furtados. “Informação é Poder”. Este podia certamente ser o mote dos

Ex-trabalhador pode ter ajudado no ataque à Sony

Esta é uma das teorias mais recentes: afinal, o ataque à Sony, que revelou informações confidenciais e até azedou as relações entre Estados Unidos e Coreia do Norte, pode ter sido também obra de um ex-funcionário da empresa. A informação foi revelada pela empresa de segurança Norse Corp. Ainda que o grupo de hackers Guardions

PlayStation Network volta gradualmente ao normal

Durante quatro dias, os serviços da PlayStation, que asseguram a possibilidade de jogar online, por exemplo, enfrentaram problemas, após terem sido atacados por hackers. Só este domingo é que os serviços voltaram gradualmente ao normal. O grupo responsável, intitulado de Lizard Squad, atacou a PlayStation Network e os serviços da Xbox Live no dia de

Serviços da Playstation atacados por hackers

Os serviços da Playstation Network, que pertence à Sony, foram alvo de ataques por parte do grupo de hackers Lizard Squads, na manhã do dia de Natal. As falhas afetaram os utilizadores que tentaram jogar online ou utilizar as outras funcionalidades do serviço, durante a manhã. Os problemas fizeram-se sentir através de dificuldades em aceder

Grupo chinês acusa Pequim de apoiar ataque a iCloud

O serviço de armazenamento iCloud da Apple na China foi alvo de uma ataque cibernético que, segundo consta, visava furtar os dados de acesso dos utilizadores. O grupo chinês de monitorização da web, Greatfire.org, avançou que o governo poderá estar por detrás da investida. De acordo com o blogue do Greatfire.org, os perpetradores cibernéticos, mediante

Bancos dos EUA são os novos alvos dos hackers

O FBI e os Serviços Secretos norte-americanos estão a investigar uma série de ataques cibernéticos divulgados recentemente pelos meios de comunicação social e que têm assolado inúmeras entidades bancárias nos Estados Unidos. Apesar das entidades governamentais não terem identificado que instituições bancárias estariam envolvidas nos ataques, fontes anónimas próximas do assunto revelaram que o JPMorgan

Hackers querem colaborar com indústria automóvel

Os participantes da Def Con, uma das maiores conferências anuais de hackers, assinaram uma carta aberta a “presidentes de empresas automóveis” pedindo a implementação de diretrizes básicas que defendam os seus veículos contra ataques cibernéticos.   A iniciativa é do grupo “Eu sou a Cavalaria” que afirma na carta “os outrora mundos distintos dos automóveis

Hackers atacam oficiais dos EUA no Iraque

Um grupo de cibercriminosos, que se suspeita ser apoiado pelo governo chinês, está a atacar oficiais norte-americanos no Iraque, recorrendo ao exponencial aumento dos conflitos nessa região para eclipsar as suas operações. A empresa californiana de segurança cibernética CrowdStrike afirmou que este grupo durante anos atacara especialistas americanos em assuntos geopolíticos asiáticos, mas que agora

Grupo Molerats já corrompeu múltiplos sistemas governamentais

Um grupo de cibercriminosos apropriadamente apelidado de Molerats (Toupeiras) tem estado empenhado nas suas investidas contra organizações governamentais e financeiras norte-americanas e europeias.   Os ataques descobertos por uma equipa de investigadores da empresa de segurança cibernética FireEye ocorreram no final do passado mês de maio, embora tenha sido avançado que estas investidas parecem ser

Hackers iranianos espiaram oficiais em todo o mundo

Um grupo de cibercriminosos iranianos, ao longo de três anos, espiou líderes políticos e militares de alta patente de várias nações, incluindo os Estados Unidos e Israel, através da criação de perfis de Facebook falsos e de um portal noticioso fictício com o nome NewsOnAir.org, numa operação de espionagem cibernética sem precedentes. A empresa de