Goldman Sachs

Goldman Sachs aumenta investimento na Information Builders

A Information Builders, fabricante especializada em business intelligence (BI) e analytics, integridade e integração da informação, anunciou ontem, dia 17 de maio, que o grupo Goldman Sachs Private Capital Investing realizou um aumento do investimento de capital, o que vai impulsionar a posição de liderança da companhia no grande e crescente mercado de soluções de BI.

“Estávamos errados quanto à Microsoft”, diz a Goldman Sachs

O banco americano Goldman Sachs baixou para “venda” a recomendação para as ações da Microsoft Corp. Mas já veio pedir desculpa e atualizou as suas ações para “neutro” e aumentou o seu preço-alvo a 12 meses de 45 dólares para os 57 dólares, conta a Bloomberg.

Goldman Sachs investe 56 milhões em startup de Big Data

A startup Antuit angariou um investimento de 56 milhões de dólares através da Goldman Sachs. A empresa de Singapura é especializada em soluções de Big Data, baseadas numa relação de cooperação com os clientes. A Goldman Sachs vai investir 56 milhões de dólares na Antuit, uma startup que fornece serviços de análise de Big Data.

IBM considera venda de negócio de semicondutores

A IBM estará a considerar a venda do seu negócio de semicondutores naquilo que será uma grande mudança para a empresa. A gigante dos computadores terá falado com o banco de investimento Goldman Sachs para aconselhar a IBM na possibilidade da venda, embora ainda nada tenha sido confirmado, segundo o que fontes disseram ao Financial

Dropbox garante fundo de 350 milhões de dólares

O fundo é gerido por grupos investidores como a BlackRock Inc numa nova jornada de financiamentos que valoriza o Dropbox, um dos principais provedores de serviços de armazenamento online mundial, em quase dez mil milhões de dólares. O grupo de outros investidores inclui empresas como a Goldman Sachs, Sequoia Capital, Accel Partners e a Index Ventures.

Moody’s baixa rating de quatro bancos norte-americanos

O serviço de investidores da Moody’s cortou o rating de quatro grandes bancos norte-americanos, depois de decidir que o governo estaria menos predisposto a ajudá-los caso fosse necessário pagar aos credores num eventual crise. Morgan Stanley, Goldman Sachs, JPMorgam Chase e Bank of New York Mellon Corp viram o seu rating descer um nível depois