ESPECIAL

ESPECIAL| Sage: adoção da cloud será gradual

Rui Nogueira, enterprise market da Sage, diz que a empresa acredita “numa transição gradual para a cloud, principalmente no que respeita às aplicações de gestão empresarial”. E que a melhor forma para suportar este movimento é a adoção da cloud de uma forma híbrida. “Estamos focados em acompanhar os nossos clientes nesta transição, mas respeitando o seu ritmo sem forçar uma transição radical”.

ESPECIAL | Pingpost: empresas portuguesas confiam mais na cloud

As organizações portuguesas demonstram cada vez mais uma confiança nas soluções de cloud e isso reflecte-se no crescimento da sua adoção. Carla Augusto, diretora comercial e de marketing da Pingpost, admite que existem já em Portugal muitas empresas que migraram os seus serviços críticos para a cloud, ou que aí confiam o seu disaster recovery.

ESPECIAL | Mind Source: empresas estão preocupadas com confidencialidade na cloud

Tem-se assistido por parte de empresas portuguesas a uma progressiva adoção do cloud computing, em especial de clouds híbridas. O que deriva da necessidade das empresas recorrerem a diferentes modelos tecnológicos, necessários para responder aos requisitos diferenciados consoante a evolução do seu negócio (time-to-market), diz Paulo Pereira, associate technical director da Mind Source.

ESPECIAL | Microsoft: Segurança já é uma mais-valia da cloud

A adoção da cloud no nosso país tem vindo a mudar em vários aspetos. E Luís Carvalho, diretor da unidade de cloud e datacenter na Microsoft Portugal, destaca dois: passámos de ambientes de avaliação para plataformas de produção e a segurança passou a ser uma mais-valia da cloud e não um óbice.

ESPECIAL | Fujitsu duplica anualmente negócio em cloud

As consultoras advogam que a adoção da nuvem em larga escala e a concorrência entre os fornecedores das tecnologias tem diminuído o custo da nuvem privada. Mas José Pinto, Fujitsu Solutions Business Director, garante que, independentemente dos factores concorrenciais e de mercado, existem outras variáveis que explicam que a diferença financeira entre nuvem pública e privada tenha sido na maioria dos casos fortemente reduzida ou até anulada, dependendo dos segmentos de serviços em cloud.

ESPECIAL | Cisco: Cloud híbrida vai marcar tendência

O modelo dominante para a cloud está a mover-se de um modelo essencialmente público ou privado para um modelo híbrido, especialmente no que se refere ao segmento das grandes empresas, diz a Cisco. “O número de serviços cloud irá explodir à medida que equipamentos, processos e pessoas se interligam”.