despedimentos

Nokia revê negócio de saúde digital

A finlandesa Nokia começou uma revisão estratégica do seu negócio digital de saúde. Como primeira medida, anunciou mais de 400 despedimentos no seu país de origem.

Twitter vai demitir 8% dos trabalhadores

Falhadas as negociações para uma possível venda, o Twitter prepara-se para uma grande ronda de despedimentos esta semana. A Bloomberg avança que a rede social planeia despedir cerca de 300 pessoas, ou 8% da sua força de trabalho.

Microsoft vai despedir mais 2580 pessoas

No corrente ano fiscal, que começou a 1 de julho, a Microsoft pretende cortar mais 2580 postos de trabalho. Foi o que a tecnológica incluiu no relatório financeiro enviado ao regulador, SEC.

Despedimentos na Nokia podem chegar a 15 mil, diz sindicato

Os cortes da fabricante de equipamentos de rede de telecomunicações Nokia podem totalizar entre 10 mil a 15 mil empregados em todo o mundo – muito mais do que o anunciado – após a compra da rival Alcatel-Lucent, disse um representante do sindicato finlandês.

HP prepara-se para despedir mais de 33 mil funcionários

A HP vai despedir mais de 33 mil funcionários, ao longo dos próximos 3 anos. A empresa, que está em processo de divisão do negócio em duas unidades independentes, está a procurar atenuar as perdas sofridas pela queda do número de vendas.

Microsoft vai despedir mais de sete mil funcionários

A Microsoft está a preparar um ronda de despedimentos em massa. Este é mais um esforço da empresa de Redmond para tentar reduzir despesas, fortalecer o seu negócio e dedicar-se, “de corpo e alma”, ao software.

Indra avança com despedimentos em massa

A Indra vai despedir 1,85 mil funcionários em Espanha, fruto de uma estratégia de contenção de despesas que visa poupar entre 180 e 200 milhões de euros até 2018. O objetivo último da empresa é cortar cerca de três mil postos de trabalho em todo o mundo.

Nokia prepara despedimento de dezenas de funcionários

A Nokia vai despedir até 70 funcionários da sua unidade de I&D na Finlândia. Segundo uma porta-voz, o corte é um reflexo de uma estratégia de longo prazo que passa pela reestruturação da empresa. Um dia após ter celebrado do seu 150º aniversário, a Nokia revelou que vai aplicar um corte no número de colaboradores

Siemens prepara despedimento em massa

A Siemens está prestes a executar um despedimento massivo. Depois de em fevereiro ter dito que 7,8 mil postos de trabalho em todo o mundo seriam eliminados, a tecnológica acaba de anunciar que uns adicionais 4,5 mil funcionários serão também demitidos. A empresa alemã tem procurado mitigar despesas supérfluas, e tem-lo feito através de uma

Oi despede mil trabalhadores para reduzir gastos com pessoal

De acordo com informação avançada pela Agência Reuters, a Oi irá cortar 1070 postos de trabalho em abril, algo que representa 6 por cento do quadro de funcionários diretos da operadora. A meta é conseguir reduzir custos, com uma medida que faz parte do plano de reorganização para simplificar a estrutura da empresa. Os cortes

Ericsson vai despedir mais de dois mil na Suécia

A Ericsson prepara-se para despedir funcionários na Suécia. Este corte deverá eliminar 2,2 mil posições laborais ser mais significativo nas áreas de I&D e de fornecimento de serviços, e visa a redução das despesas da tecnológica sueca. Depois de, no passado mês de novembro, ter dito que planeava mitigar as suas despesas anuais, a Ericsson

SAP vai despedir mais de dois mil funcionários

Uma reestruturação da SAP irá resultar no despedimento de mais de dois mil funcionários mas também na criação do mesmo número de empregos noutras áreas da empresa. Cloud e vendas online são algumas das apostas da SAP. As mudanças do mercado a nível digital estão a obrigar as empresas a redirecionarem as suas forças, nomeadamente

IBM afirma que demitirá menos empregados

Um porta-voz da IBM desmentiu a informação de que a companhia quereria despedir cerca de 26 por cento da sua força de trabalho. A notícia, que havia sido avançada pela Forbes, justificava as demissões com a previsão de lucros abaixo das expectativas. Segundo o porta-voz, a informação do corte é pública e já foi comunicada, mas será

Sprint planeia mitigar gastos e eliminar postos de trabalho

A Sprint vai eliminar vários postos de trabalho, numa altura em que o novo CEO planeia desenhar um modelo de negócio mais sólido para que a terceira maior operadora móvel dos Estados Unidos mantenha a sua força numa mercado severamente competitivo. Sediada no estado norte-americano do Kansas, a Sprint disse ontem que os cortes laborais

Cisco: circulam rumores de novos despedimentos

Nada está confirmado a nível oficial mas o site Business Insider noticia uma possível repetição do que aconteceu no ano passado, precisamente em agosto, quando a líder mundial em soluções de rede anunciou que, apesar dos resultados melhores do que o esperado, iria cortar 4.000 postos de trabalho, quase cinco por cento da sua força

Apple vai despedir 200 funcionários da Beats

A Apple, no encalço da aquisição da Beats, começou já a integrar alguns dos funcionários da empresa comprada na sua força laboral, mas nem todos terão a mesma sorte, visto que a tecnológica vai dispensar cerca de duas centenas de empregados da Beats. Iniciou-se já a migração de alguns dos empregados da Beats para a

Unify vai despedir metade dos seus funcionários

A antiga Siemens Enterprise Communications (e atual Unify) vai fazer mudanças estratégicas para modernizar a organização e centrar-se no desenvolvimento, integração e serviços de software. Estes planos implicam uma restruturação mundial que dará origem ao despedimento de 3.800 pessoas – a Uniify tem atualmente 7.700 funcionários – com a Europa Central a ser responsável por

HP prepara nova redução massiva de funcionários

A HP continua a fazer mudanças na sua estrutura e prepara-se para despedir cerca de 16 mil funcionários em mais uma tentativa de reduzir custos e aumentar margens de lucro. Meg Whitman, CEO da HP, iniciou um já longo processo de restruturação na empresa, que visava reduzir a dependência da empresa do negócio de computação

Intel prevê redução de funcionários em cinco por cento

A Intel anunciou a sua intenção de reduzir em cinco por cento os seus trabalhadores este ano, enquanto altera o foco de negócio dos computadores fixos para os dispositivos móveis. Depois da empresa norte-americana ter anunciado perdas de 13 por cento nos lucros no ano passado, eis que surge mais uma má notícia: o despedimento