cibersegurança

Kaspersky Lab identifica novos atores de ransomware

Os analistas da Kaspersky Lab descobriram que existem cada vez mais hackers a desviar as atenções de utilizadores privados para levar a cabo ataques de ransomware contra empresas. Foram identificados pelo menos oito grupos envolvidos no desenvolvimento e distribuição de ransomware encriptado.

Intel Security volta a chamar-se McAfee

A Intel Security anuncia que volta ao nome original e a ser uma empresa de segurança cibernética independente. A McAfee vai agora expandir a sua plataforma de soluções de segurança e quer ter um maior foco no cliente.

AIRO realiza seminário dedicado à cibersegurança

A AIRO (Associação Empresarial da Região Oeste) vai promover um seminário sobre cibersegurança que se realiza no dia 4 de abril no Auditório do Centro de Recursos Comunitários (antigo pólo da Universidade Católica) nas Caldas da Rainha.

Avira anuncia Avira Optimization Suite

A Avira, fornecedor de soluções antvírus anunciou uma campanha de difusão do Avira Optimization Suite, uma solução que combina proteção contra ransomware e malware e otimização dos recursos de computador através da união do Avira Antivirus Pro e o Avira System Speedup numa única oferta.

Perpetrar ataques cibernéticos às empresas pode custar 7 dólares por hora

Os especialistas da Kaspersky Lab investigaram os serviços de DDoS disponíveis no mercado negro e determinaram que orquestrar um ataque do género pode custar cerca de 7 dólares por hora, enquanto a empresa alvo pode perder milhões de dólares. De acordo com o estudo, o preço médio por ataque ronda os 25 dólares por hora.

S21sec deteta variação de malware direccionado a ATMs

A S21sec, empresa focada em serviços e tecnologia de cibersegurança, detetou o reaparecimento do Ploutus, uma das famílias de malware de ATM mais sofisticadas. A nova variante designada Ploutus-D envolve uma técnica utilizada para roubar avultadas quantias de dinheiro de uma caixa multibanco sem necessidade de utilizar um cartão de crédito ou débito.

Atos revela plano estratégico de negócios para os próximos três anos

A Atos apresentou o seu novo plano trienal “Ambition 2019. A empresa dedicada ao setor de transformação digital aponta como principais prioridades o crescimento orgânico da receita, envolvendo uma taxa composta anual de crescimento (CAGR) entre 2% e 3%, e em segundo lugar o aumento da margem operacional de 10,5% para 11% em 2019. Por fim, a Atos quer fixar a taxa de conversão dessa mesma margem em 65% até ao final do triénio.

Symantec Ventures quer acelerar a inovação na cibersegurança

A Symantec anunciou o lançamento da Symantec Ventures para apoiar startups e empresas de cibersegurança e acelerar o desenvolvimento de inovações. Além de contribuir com capital, a Symantec pretende ajudar a comunidade de startups a reduzir despesas e o tempo de lançamento das soluções.

Probely vence prémio Caixa Empreender Award 2017

A startup portuguesa Probe.ly, um projeto inserido na Bright Pixel, venceu o prémio nacional de Capital de Risco. A startup conquistou, também, o prémio Caixa Empreender Award 2017 que vai representar um investimento adicional de 100.000 euros na empresa.

Hancitor é um dos cinco malwares com maior impacto mundial

A Check Point reporta que o Hancitor é agora uma das cinco maiores ciberameaças a nível mundial de acordo com o Índice de Impacto de Ameaças global da empresa, o malware subiu 22 posições no índice depois de triplicar o seu impacto global durante o mês de fevereiro.

Investigadores descobrem vulnerabilidades no Whatsapp e Telegram

Os investigadores da Check Point descobriram uma nova vulnerabilidade nas versões para browser do WhatsApp e do Telegram – WhatsApp Web e Telegram Web – dois dos serviços de mensagens mais populares do mundo. Ao explorar o ponto fraco, os atacantes podem assumir o controlo das contas das vítimas na totalidade.

Crime cibernético ameaça empresas de todo mundo, avisa MDS

No primeiro encontro da MDS Trends, concluiu-se que o risco cibernético é uma das maiores ameaças para as empresas em Portugal e no mundo, tendo um impacto económico superior a 20% em perda de receitas, de clientes e oportunidades de negócio.

A indústria de cibersegurança precisa de mulheres

Nos dias de hoje, a maioria das pessoas associa o termo “cibersegurança” à tecnologia, e embora isso seja verdade, a maioria das pessoas não vai mais além e reconhece os seus outros aspectos. Mas é importante saber que esta indústria tem crescido significativamente à medida que o mundo migra para a digitalização.

Malware destrutivo StoneDrill chega à Europa

A Kaspersky Lab alerta para a descoberta de um novo malware wiper que, como o próprio nome indica, apaga todas as informações que se encontram no equipamento infetado. Além disso, possui técnicas avançadas anti-deteção. Esta é a primeira vez que este tipo de ameaças chegam à Europa.

Fortinet apresenta proteção Security Fabric para IoT

A Fortinet apresentou a sua arquitetura Security Fabric para ambientes de Internet das Coisas (IoT), que permite às empresas fazerem frente às ameaçadas provenientes dos dispositivos conectados. A solução Fortinet Security Fabric oferece visibilidade e controlo para uma defesa contra os crescentes ataques ligados à IoT.

Trojans de publicidade foram a maior ameaça mobile em 2016

A Kaspersky Lab apresentou um relatório com as suas descobertas na área de malware para dispositivos móveis, o Mobile Virusology malware report for 2016. A empresa de segurança refere que existiu um aumento de quase três vezes em detecções de malware nesses dispositivos em relação a 2015, num total de 8,526,221ameaças. Em destaque, as ameaças ligadas à publicidade, ransomware e bancárias.

Cisco revela Firewall concebida para as empresas

A empresa norte-americana desvendou o Cisco Firepower 2100 Series, especialmente dedicado ao Edge, o browser da Microsoft. Fora o seu principal uso, o produto também pode ser aplicado na manutenção de portfólios de segurança de dispositivos.

Portugal é um dos países afetados pelo malware Adwind

A Kaspersky Lab detetou um novo e massivo ataque realizado pelo backdoor Adwind Remote Access Tool (RAT). Este malware permite que os criminosos ganhem acesso ao dispositivo e, assim, às informações confidenciais dos utilizadores. Portugal está entre os países vítimas deste backdoor.