cibercriminosos

Cisco alerta para aumento de ataques DeOS

Segundo o relatório anual de cibersegurança da Cisco, os ataques de “destruição de serviço” não acabaram, pelo contrário, têm potencial de crescer. O estudo destaca ainda que, com o advento da IoT, e consequentemente mais operações online, as indústrias tornam-se mais vulneráveis a ataques.

Check Point e IronScales estabelecem parceria para combater ciberameaças

A Check Point Software Technologies, fabricante especializada em segurança, revela uma nova colaboração com a IronScales, com o intuito de melhorar a deteção automática e a eliminação das ciberameaças que atacam o correio eletrónico. Como resultado da parceria, a IronScales integrará a sua solução IronTraps, de mitigação automática de phishing, na solução de emulação de ameaças da Check Point SandBlast Zero-Day Protection, que analisará automaticamente os ficheiros anexos de correio eletrónico suspeitos num ambiente virtual seguro.

CESCE SI apresenta resultados de relatório de cibersegurança nas empresas

A CESCE SI divulga as conclusões de um relatório de pesquisa publicado pela sua parceira de negócios na área de Segurança da Informação – CyberArk Software Ltd. O relatório descreve um sistema comprovado para uma rápida redução dos riscos, baseado em várias situações com grandes violações de dados.

Kaspersky Lab identifica novos atores de ransomware

Os analistas da Kaspersky Lab descobriram que existem cada vez mais hackers a desviar as atenções de utilizadores privados para levar a cabo ataques de ransomware contra empresas. Foram identificados pelo menos oito grupos envolvidos no desenvolvimento e distribuição de ransomware encriptado.

Perpetrar ataques cibernéticos às empresas pode custar 7 dólares por hora

Os especialistas da Kaspersky Lab investigaram os serviços de DDoS disponíveis no mercado negro e determinaram que orquestrar um ataque do género pode custar cerca de 7 dólares por hora, enquanto a empresa alvo pode perder milhões de dólares. De acordo com o estudo, o preço médio por ataque ronda os 25 dólares por hora.

S21sec deteta variação de malware direccionado a ATMs

A S21sec, empresa focada em serviços e tecnologia de cibersegurança, detetou o reaparecimento do Ploutus, uma das famílias de malware de ATM mais sofisticadas. A nova variante designada Ploutus-D envolve uma técnica utilizada para roubar avultadas quantias de dinheiro de uma caixa multibanco sem necessidade de utilizar um cartão de crédito ou débito.

Trend Micro detecta Backdoor TinyLoader que sofistica ameaças em PoS

Os sistemas backdoor unidos a malwares de pontos de venda podem representar uma grande ameaça para empresas PMEs. Este é um alerta da Trend Micro, empresa de segurança da informação, que detectou que os malwares TinyLoader, AbaddonPOS e o TinyPOS estão a infectar sistemas na Europa e América do Norte.

Kaspersky Lab alerta para utilização maliciosa das tecnologias open source

Os analistas da Kaspersky Lab identificaram uma nova tendência nos ciberataques. Os ciberespiões estão a utilizar ferramentas limpas e abertas (open source) disponíveis online para fazerem os seus ataques em vez de desenvolverem ferramentas próprias ou de adquiri-las clandestinamente a outros fornecedores.

Eset alerta: fraude usa falso recurso de videochamada no WhatsApp

A empresa global de segurança da informação Eset identificou uma nova campanha maliciosa que usa o falso lançamento de uma nova funcionalidade de videochamada para WhatsApp. Os cibercriminosos pretendem enganar os utilizadores para que, sem saberem, se inscrevam em diferentes serviços de mensagens pagas.

Saúde, educação e governo foram setores mais atacados por hackers em 2015

O Relatório Anual de Roundup de Segurança, “Setting the Stage: Landscape Shifts Dictate Future Threat Response Strategies”, da Trend Micro, analisou os incidentes de segurança mais significativos de 2015. A pesquisa da empresa de segurança da informação confirma que os atacantes estão cada vez mais corajosos, inteligentes e ousados. São fortes em vetores de ataque, esforços de ciberespionagem e atividades do submundo cibernético numa base global.

Como garantir privacidade online? Intel Security dá dicas

A Intel Security está atenta à necessidade de manter íntegros os dados de quem usa a Internet. Esta entende que é preciso promover a conscientização do respeito à privacidade, à proteção dos dados e à geração de confiança na Internet. Confira a seguir as dicas da empresa para ajudar a proteger a privacidade do utilizador enquanto estiver online.

63% dos ataques por e-mail chegam em arquivos .zip

O phishing continua a fazer vítimas. O ataque, que consiste em enviar e-mails com conteúdos falsos e links maliciosos, pode afetar o negócio ao infectar computadores de funcionários de uma empresa ou de consumidores que podem ter suas informações pessoais roubadas.

Malware afeta clientes de 45 empresas de retalho

Um grupo de cibercriminosos, possivelmente da Ucrânia, roubou informação de cartões de pagamento de dezenas de lojas a partir de um malware apelidado “ChewBacca”. A informação foi avançada pela empresa de segurança RSA, um grupo criminoso utilizou um software malicioso personalizado com o nome “ChewBacca” para infetar 45 empresas de retalho e roubar os dados

Cibercriminosos podem utilizar ferramentas da NSA

As ferramentas usadas pela National Security Agency para comandar computadores de outrem, sem as máquinas estarem ligadas à Internet, podem ser, segundo a opinião de especialistas, usadas pelos cibercriminosos. A NSA tem utilizado, desde 2008, a tecnologia de rádio para enviar e receber dados de cerca de cem mil sistemas. De acordo com os especialistas,

Ocultação de cibercrimes marca 2013

Segundo o Security Threat Report 2014 da SophosLabs, a tendência mais importante deste ano foi a camuflagem dos ataques de malware e a capacidade dos hackers de escaparem à deteção. De acordo com a empresa de segurança, “os cibercriminosos desenvolveram este ano novas formas de ocultar a sua atividade para responder aos recentes sucessos da

Mundial de 2014 servirá para lançar ataques informáticos

O tema do Mundial de Futebol, que se realizará no próximo ano no Brasil, será utilizado para tentar chegar aos utilizadores de Internet e lançar as bases para mais ataques informáticos. O campeonato do mundo tem início previsto para junho de 2014 e, nos meses que irão anteceder a competição, espera-se que o malware veiculado

Webcams constituem perigo para a privacidade

As webcams, conversas privadas e fotografias dos utilizadores são acedidas por muitos cibercriminosos. A maioria das vítimas são adolescentes e mulheres jovens. Os hackers tentam infetar os computadores com malware para obter acesso remoto ao equipamento. De acordo com a Kaspersky Lab, existem numerosas aplicações que permitem este acesso. Aplicações como Remote Desktop e TeamViewer foram