ameaças

McAfee Labs divulga previsões de ameaças para 2017

A Intel Security lançou ontem o seu Relatório de previsões de ameaças para 2017 do McAfee Labs, que identifica 14 tendências que merecem atenção em 2017. Destaca ainda os acontecimentos mais importantes a serem acompanhados na área de segurança da nuvem e da Internet das Coisas (IoT) e os seis desafios mais difíceis enfrentados pelo setor de segurança.

Empresas apostam mais em defesa contra ameaças externas

Os dados corporativos críticos estão em risco em toda a região da Europa, Médio Oriente, África e Rússia (EMEAR), resultado do facto das empresas centrarem as suas políticas e recursos de segurança na defesa de ameaças externas (como hackers e cibercriminosos), não dando a atenção suficiente às próprias ameaças internas. O último estudo sobre Segurança

Supremo Tribunal reconsidera abordagem a ciberameaças

O Supremo Tribunal norte-americano acordou hoje em reconsiderar as suas políticas de ação legal relativamente a conteúdos violentos e de cariz potencialmente ameaçador publicados em redes sociais, ponderando as situações em que estas mensagens devem ser tomadas como ameaças intencionais e efetivas e quando devem ser consideradas como meras reivindicações ocas gritadas por detrás de

Wit cria tecnologia para proteger operadores de ameaças

A empresa portuguesa Wit está a criar uma tecnologia para proteger os operadores das ameaças do Google, Facebook e Apple. Esta empresa foi escolhida no ano passado por uma associação mundial do setor das telecomunicações para desenvolver aplicações. A Wit está a trabalhar num produto para combater as tentativas da Apple e do Google de

Especialistas recomendam formas de combater ameaças às redes

Especialistas recomendam o aumento da visibilidade do ambiente, a automatização de controlos, a manutenção de sistemas atualizados e a adoção de ferramentas avançadas contra invasores indesejados para combater as ameaças às redes corporativas. Quando há necessidade de enfrentar um ataque, é muito comum haver uma falha na atualização. As empresas utilizam ferramentas ultrapassadas para fazer

Google Chrome responde ao crescente número de ameaças

A gigante norte-americana de serviços online e software vai bloquear automaticamente a instalação de malware na mais recente versão Chrome Canary. O browser da Google está a apostar cada vez mais na área da segurança e esta nova funcionalidade tem em vista responder, sem recorrer a antivírus, ao crescente número de ameaças que atacam os