Receitas da NOS aumentam 3,4% no terceiro trimestre de 2017

EmpresasGestãoNegóciosResultados

As receitas consolidadas na NOS aumentaram 3,4% nos primeiros nove meses do ano, para 1.162,5 milhões de euros, fruto do bom desempenho, neste período, das suas áreas de negócio. Já o resultado líquido atingiu 105,5 milhões de euros, mais 34,5% que em igual período de 2016.

O aumento do número de serviços que, no período em análise, aumentou 4,7% para 9,366 milhões, associado a um ligeiro aumento do ARPU, contribuiu para acelerar as receitas de telecomunicações, que aumentaram 3,8% no terceiro trimestre e 3,3% no conjunto dos nove meses.

As receitas da área de audiovisuais aumentaram 3,2% para 54,2 milhões de euros, apesar de no terceiro trimestre terem desacelerado. No cinema, as receitas apresentaram igualmente uma variação positiva de 7,3% para 47,9 milhões de euros, não obstante a queda de receitas no terceiro trimestre face ao trimestre homólogo, resultante de não se terem lançado blockbusters nos últimos três meses.

Neste período, o EBITDA aumentou 4,6% para 451,6 milhões de euros, com a margem EBITDA a melhorar 0,4pp para 38,8%.

Simultaneamente, a NOS continuou, neste período, comprometida, em levar as suas redes de nova geração a todo o País, tendo o investimento (CAPEX Total) atingido 263,6 milhões de euros.

No final do período em análise, a dívida financeira líquida situou-se nos 1.080 milhões de euros, representando 1,9x o EBITDA, um rácio conservador face às congéneres do setor.

A NOS continuou a crescer a sua base de clientes e a incrementar o número serviços prestados, que aumentaram 4,7% ou 424,2 mil, face ao período homólogo de 2016, contando com 9,366 milhões no final dos primeiros nove meses de 2017.

A empresa registou ainda um aumento do número de clientes de TV por Subscrição em 1,9%, para 1,616 milhões. Nos serviços móveis, o crescimento verificado atingiu 5,6% ou 248 mil novos serviços face aos 9M16, para 4,644 milhões. Na internet fixa de banda larga e nos serviços de voz fixa, registou igualmente crescimentos de 6,8% e de 3,6%, respetivamente. O número de serviços de banda larga fixa situou-se em 1,321 milhões enquanto o número de serviços de voz fixa alcançou os 1,753 milhões.

O número de clientes convergentes aumentou 8,7% para 719 mil no final de setembro de 2017, representando 47,3% do total da base de clientes de acesso fixo, acima dos 45,1% verificados no final de setembro de 2016.

Nos serviços empresariais, a NOS continua a conquistar clientes muito importantes no segmento corporate, quer no setor público quer no setor privado. O número de serviços empresariais atingiu 1,460 milhões, ou seja, mais 78,2 mil face ao período homólogo de 2016.

Os serviços de última geração chegam a cada vez mais portugueses, resultado do forte investimento que a NOS continua a realizar nas suas infraestruturas de rede. A cobertura de rede fixa atingiu, no final de março de 2017, mais 324,5 mil lares face ao período homólogo de 2016. O número de lares com cobertura atinge agora 4,066 milhões face aos 3,741 milhões do período homólogo.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor