Projeto RCTS100 reforça infraestrutura de fibra óptica no ensino superior

Redes

O RCTS100 representa um investimento na ordem dos 17,2 milhões de euros e abrange um conjunto alargado de instituições de ensino superior.

A Unidade de Computação Científica da Fundação para a Ciência e a Tecnologia está a reforçar a sua rede através do projeto RCTS100. Trata-se de uma iniciativa ao abrigo do Roteiro Nacional das Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico.

O projeto é cofinanciado pelo COMPETE 2020, Lisboa 2020, Algarve 2020 e integra o Instituto Politécnico de Bragança.

O projeto RCTS100 representa um investimento na ordem dos 17,2 milhões de euros que tem como objetivo o alargamento da infraestrutura de fibra ótica e a atualização tecnológica da rede académica.

Desta forma, torna-se possível garantir a capacitação gradual da rede em múltiplas ligações a 100Gbps, com conclusão prevista para setembro de 2021.

Este financiamento vem igualmente “garantir o reforço e atualização nas redes locais das entidades de ensino superior”. Desta forma, garante-se “não apenas a eficiente utilização da nova infraestrutura disponibilizada pela RCTS” mas ajuda-se também a “acelerar dos planos tecnológicos existentes”, explica-se em comunicado.

Com esta oportunidade o IPBragança garantiu um aumento de 400% (de 2Gbps para 10Gbps) da velocidade de acesso à RCTS, assim como a renovação da rede interna, através da aquisição de vários equipamentos de comutação .

Para além do IPBragança, são mais oito as entidades de Ensino Superior abrangidas por este projeto.

 

Read also :