Programa Astropreneurs investe em startups portuguesas

Startup

Coordenado pelo Instituto Pedro Nunes, este programa já ajudou mais de 160 startups e 500 empreendedores de toda a Europa a transformar ideias inovadoras em negócios espaciais viáveis.

O Astropreneurs, coordenado pelo Instituto Pedro Nunes, financiado pela União Europeia, apoiou os participantes a procurar financiamentos e encontrar os seus primeiros clientes.

Ao longo dos três anos de duração, o programa proporcionou mentoria e formação a 167 startups e 500 empreendedores/as de toda a Europa.

Entre estes, contam-se a portuguesa Connect Robotics, que desenvolve um serviço com drones capazes de fazer entregas seguras “porta-a-porta” especialmente na área da saúde (falamos de medicamentos e amostras biológicas).

A Connect Robotics foi  apoiada na angariação de financiamento e desenvolvimento do negócio.

De Portugal participaram 27 empreendedores/as e startups, que receberam aproximadamente 900 horas de mentoria nas áreas de negócio, financiamento e técnicas.

Destas, 14 das startups portuguesas apresentaram 25 candidaturas a instrumentos de financiamento, das quais 15 foram aprovadas, o que se traduziu na angariação de 645.000€ para criar e consolidar os seus negócios.

Carlos Cerqueira, diretor de Inovação do Instituto Pedro Nunes e coordenador do projeto Astropreneurs, considera que “este é um momento chave na economia do espaço, sobretudo no “new space” ou espaço comercial” adiantando ainda que “o Astropreneurs permitiu descobrir, apoiar e trazer novos talentos para este setor, algo essencial no espaço europeu e em particular em Portugal”.