Portugal sofreu 31 ataques de malware por hora

Negócios

Dados recentes divulgados pela equipa de investigação do WatchGuard Threat Lab apontam para um total de 22.818 ataques de malware.

Dados recentes divulgados pela equipa de investigação do WatchGuard Threat Lab e publicaddos no site Threat Landscape, apontam para o facto de Portugal ter sofrido, em janeiro passado, um total de 22.818 ataques de malware.

Os valores correspondem a um ritmo de 736 ataques por dia, ou seja, 31 ataques por hora.

Diz a WatchGuard que estes números “indicam uma subida na atividade cibercriminosa no nosso país, já que em dezembro se registaram 17 943 ataques de malware, correspondentes a 579 por dia”.

Refira-se também que 35% do malware detetado foi zero day, enquanto os restantes 65% dizem respeito a malware conhecido.

Ainda segundo a monitorização do cibercrime em Portugal feita pelo WatchGuard Threat Lab, as tentativas de ataques de rede dispararam.

O valor passou assim das 4162 tentativas de dezembro para as 19.233 em janeiro, numa frequência de 620 ataques por dia, 26 ataques por hora.

O WatchGuard Threat Lab é composto por um grupo de investigadores de ameaças, cuja missão é descobrir e estudar as mais recentes ameaças de malware e ataques na Internet.

A equipa do Threat Lab usa dados anónimos extraídos do Firebox Feed e recolhidos junto de um conjunto de dispositivos WatchGuard UTM ativos cujos proprietários optaram por partilhar esses dados para apoiar os esforços de investigação do Laboratório de Ameaças da empresa.

Hoje, mais de 42 mil equipamentos em todo o mundo contribuem para este conjunto de dados.

 

Read also :