Portugal em 34º no ranking da competitividade digital

economia

O país obteve o seu melhor resultado, em termos de indicadores, na área de “Conhecimento” que avalia talento, formação/educação e capacidade científica. 

No último ano Portugal subiu três posições no ranking de Competitividade Digital apresentado pelo IMD World Competitiveness Center.

O país passou assim a ocupar o 34º lugar da tabela, algo que não é novo já que em 2019 tinha estado na mesma posição.

O país obteve o seu melhor resultado, em termos de indicadores, na área de “Conhecimento” (onde foi 32º da geral) e que avalia talento, formação/educação e capacidade científica.

Pela negativa, destaque para a formação de colaboradores nas empresas, que coloca o país num pouco simpático 60º lugar.

No capítulo “Preparação para o Futuro”, ocupa-se o 38º lugar, com vários recuos nos três indicadores monitorizados: capacidade de adaptação; agilidade dos negócios; e integração de TI.

No indicador “Tecnologia”, a posição do país mantem-se estática o que acaba por ser, igualmente, pouco positivo.

A contribuir negativamente para esta realidade, aspetos como a qualidade das redes sem fios, o baixo número de utilizadores de serviços de banda larga móvel ou o fraco nível de exportações de alta-tecnologia.

No investimento e no acesso a capital, Portugal está também longe das melhores posições enquanto que, pelo contrário, ao nível das leis da imigração é o 3º país mais atrativo, entre os analisados no estudo.

Read also :