Patch para corrigir Spectre está a dar problemas em processadores antigos

Segurança

Depois de terem sido lançados os primeiros patches de correção para corrigir o Spectre, surgem os primeiros problemas.

Depois de ter sido descoberto as falhas de segurança que afetam virtualmente todos os computadores, a Intel avisou que as correções poderiam resultar numa perda de performance dos dispositivos. Agora, depois de terem sido lançados os primeiros patches de correção, surgem os primeiros problemas.

A Intel tem dito aos seus clientes que existem algumas falhas específicas na recente atualização de firmware e, na verdade, a empresa está a aconselhar os utilizadores a não instalar a patch. De acordo com a Intel, os processadores Haswell estão a fazer com que os sistemas reiniciem.

A empresa tem conhecimento dos problemas do Spectre desde junho, mas voltar a escrever o firmware dos processadores para corrigir a vulnerabilidade não é assim tão simples. De qualquer modo, importa lembrar que a Intel se comprometeu a proteger 90% dos CPUs produzidos nos últimos cinco anos.

Na última semana, também a Microsoft parou a distribuição dos patches para os chips da AMD depois de um problema semelhante.

Corrigir o firmware do CPU será um dos elementos mais difíceis no que diz respeito ao Spectre, mais difícil que os sistemas operativos ou os browsers, cujas correções foram lançadas na última semana. A correção do CPU deverá afetar a performance dos computadores, ainda que não se saiba até que ponto a velocidade será afetada.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor