Redes

Quatro milhões de euros para aumentar 10 vezes a velocidade das comunicações sem fios

Três anos depois, com a colaboração de 11 parceiros internacionais e de 4 milhões de euros financiados pela Comissão Europeia, foram demonstradas pela primeira vez a nível mundial velocidades de transmissão que atingiram uma velocidade de 10 gigabits por segundo (quando o normal é 1gigabit por segundo). Tudo graças a uns dispositivos chamados RTDs (em português “díodos de túnel ressonantes” e em inglês “resonant tunneling diode”), que consistem em novas tecnologias transmissoras sem fios, com a aparência de pequenos chips, com baixo custo e energeticamente eficientes, que permitem transmissão de dados ultrarrápida integrada com rede de fibra ótica.

BSCC e NEC anunciam conclusão de um novo cabo submarino

As duas empresas anunciaram a conclusão da construção de um novo cabo submarino para ligação à República de Palau, o qual já se encontra pronto para utilização comercial e se interliga com o já existente cabo submarino SEA-US. O novo cabo submarino vai ligar a República de Palau com Guam, fazendo posteriormente conexão à Ásia, à América do Norte e ao resto do mundo.

NEC lança servidor de rede compatível com LoRaWAN

A empresa anunciou a comercialização global de um novo servidor de rede conforme com LoRaWAN (Long Range WAN), uma nova tecnologia de comunicação sem fios, e também com LPWA (Low Power Wide Area), que permite criar redes WAN com baixo consumo de energia.

GTI distribui soluções TRENDnet

O distribuidor especializado em TI chegou a um acordo com a TRENDnet e vai incorporar no seu portfólio as linhas de Wireless, Switches e Vídeo Vigilância da fabricante de soluções de rede para pequenas e médias empresas e utilizadores domésticos.

NEC desenvolve sistema de antena ativa de estação base para 5G

A empresa anunciou o desenvolvimento de um sistema de antena ativa de estação base com elementos massivos, através do qual uma Unidade Central (UC) pode controlar várias Unidades Distribuídas (UD) usando uma configuração de Rede de Acesso de Rádio Centralizada (C-RAN), adequada para utilizar com as normas de comunicação sem fios 5G de próxima geração.

Critical Software leva rede dedicada a IoT a Coimbra

A iniciativa “The Things Network”, uma rede livre e de código aberto exclusivamente dedicada à Internet das Coisas(IoT), chega a Coimbra com vista a transformar a cidade numa open smart city. O projeto da Critical Software representa uma nova era de interconectividade para pessoas e empresas.

Gartner elege Vodafone como líder mundial em M2M pelo quarto ano consecutivo

O operador foi reconhecido, pela quarta vez seguida, como líder do Gartner’s Magic Quadrant em Gestão de Serviços Machine-to-Machine. A Vodafone distinguiu-se pela sua “capacidade de execução” e “abrangência de visão” fazendo da empresa, a melhor posicionada para responder aos desafios da Internet of Things (IoT).

NOS democratiza Wi-Fi Profissional

O Wi-Fi Pro da NOS Empresas é uma solução, até agora só disponível para empresas de grande dimensão, que assegura a ligação à internet segura e profissional.  O serviço garante conectividade entre a organização, os seus colaboradores e clientes.

Cisco facilita adoção de redes auto adaptáveis com ACI 3.0

A nova versão do Application Centric Infrastructure (Cisco ACI), solução Software-Defined Networking (SDN) que ajuda as empresas a adotar redes capazes de se auto adaptarem às necessidades de negócios, oferece agora mais escalabilidade multi-site, integração de containers e melhores funcionalidades de segurança.

Internet mais importante do que TV para os consumidores portugueses

A plataforma ComparaJá.pt disponibiliza uma ferramenta comparação de pacotes de telecomunicações e revela as preferências dos portugueses registadas em mais de 12.500 simulações. Um dos destaques é que mais de metade dos subscritores de pacotes de telecomunicações considerar o telefone fixo um serviço irrelevante (63% nos 3P e 49% no 4P).

Cisco apresenta redes auto adaptáveis ao vídeo na IBC

A empresa vai mostrar durante a IBC 2017, que está a decorrer em Amesterdão, como é que as organizações podem migrar para redes IP programáveis e automatizadas, que respondam às exigências do futuro, através de soluções de Video Aware Networking.

Redes