Minsait reforça implementação de serviços wokplace

Redes

A empresa cobre toda a cadeia de valor deste serviço: diagnóstico da maturidade tecnológica, fornecimento e implementação de infraestruturas e dispositivos, apoio a todas as linhas de negócio, gestão de risco e medição de resultados.

O atual ambiente de crise provou ser um catalisador de flexibilidade do local de trabalho para se adaptar às novas exigências dos negócios e das pessoas.

Assim sendo, ter as capacidades digitais certas, assegurar a adoção ótima de novas formas mais eficientes de trabalhar e monitorizar a informação que anteriormente não estava disponível “são as chaves para o Digital Workplace, a nova geração de locais de trabalho”, segundo refere a Minsait.

Para enfrentar este novo cenário, a Minsait desenvolveu uma proposta de serviço E2E (end-to-end) “dinâmica e global que reduz o tempo de implementação dos serviços de gestão dos espaços de trabalho” em bancos e companhias de seguros em 60%, em comparação com os modelos tradicionais “e que acelera significativamente a sua exportação para outras geografias de clientes”.

Trata-se de um modelo user centric  que permite o alinhamento ágil das necessidades estratégicas do negócio com uma visão centrada no funcionário, “o que se traduz em aumentos de produtividade e reduções entre 10% e 30% nos custos diretamente relacionados com o funcionamento e exploração do posto de trabalho do utilizador”.

Tudo depende “do nível de maturidade do cliente e das alavancas de melhoria aplicadas, tais como o right shoring  (alocação eficiente de recursos), digitalização e automatização, ou flexibilização do modelo”.

Entre as suas principais vantagens encontra-se a faturação flexível, que facilita a adaptação dinâmica dos recursos de serviço e o seu custo às necessidades específicas do cliente (número de utilizadores, recicladores de dinheiro, ATMs ou incidentes geridos, entre outros).

O modelo da Minsait permite ainda a definição de indicadores de utilização para medir, através de análises avançadas, a eficácia das ações e o progresso da adoção de mudanças na organização”.

Read also :