Logitech não deve fazer grandes aquisições

EmpresasFinançasNegócios

O CEO da Logitech afirmou que é improvável que a empresa faça grandes aquisições. O CEO acredita que o crescimento de vendas vai desacelerar no próximo ano.

Bracken Darrell, CEO da Logitech, afirmou que é improvável que a empresa faça grandes aquisições. Darrell acredita que o crescimento de vendas vai desacelerar no próximo ano.

A empresa suíça e norte-americana anunciou esta terça-feira que espera aumentar as vendas por uma taxa de um único dígito durante o próximo ano financeiro, que termina em março de 2019.

A Logitech explicou que espera que a desaceleração seja na ordem dos 12-14% para o ano financeiro que termina no final deste mês de março.

O CEO explicou que “o nosso modelo de negócio a longo prazo é o crescimento de um único dígito, de modo que esta não é realmente uma mudança” para a empresa.

Em entrevista, Darrell explicou que a Logitech tem uma perspetiva de crescimento entre os 12-14%, relembrando que “crescemos 15% no ano passado, crescemos 9% no ano anterior”. O CEO garantiu que quer que a Logitech tenha “um crescimento sustentado e previsível”.

A Logitech, sediada na Suíça, produz vários componentes para computadores, como ratos, teclados, colunas de som, webcams e phones.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor