Investigação liderada pelo Politécnico de Setúbal distinguida pela UE

InovaçãoInvestigação

TESSe2b está entre os projetos H2020 que mais contribuem para uma Europa mais “verde”.

O projeto de investigação TESSe2b, desenvolvido por um consórcio de 10 parceiros e coordenado pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), está na lista dos projetos bem-sucedidos destacados pela Comissão Europeia.

A distinção diz respeito ao contributo do projeto para a meta de uma Europa com impacto neutro no clima até 2050, no quadro do Pacto Ecológico Europeu.

O sistema desenvolvido, Thermal Energy Storage Systems for Energy Efficient Buildings (TESSe2b), propõe uma solução para o armazenamento de energia térmica em edifícios residenciais, por recursos solares e geotérmicos, de instalação fácil e a baixo custo para o cidadão comum.

O projeto, que decorreu entre 2015 e 2019, foi financiado pelo programa Horizonte 2020 da Comissão Europeia, com um montante de 4, 3 milhões de euros.

O novo sistema foi testado em três locais de demonstração, na Áustria, Espanha e Chipre, para adaptação do desempenho a vários tipos de clima, e o que se apurou é que esta solução permitirá “reduzir o consumo de energia nas habitações em pelo menos 30 por cento”.

Read also :