IBM anuncia nova Inteligência Artificial para apoiar os CIO na automação das operações de TI

Inovação

Os novos recursos AIOps do Watson foram concebidos para a automação das infraestruturas de TI e irão promover um maior controlo, eficiência e continuidade dos negócios.

Os desafios enfrentados pelos Chief Information Officers (CIO) são mais complexos e críticos do que nunca. Hoje, estes líderes têm como missão ajudar as suas empresas a recuperar, mas também a reiniciar o seu negócio após a pandemia global que estamos a viver. Para esse fim, a IBM acaba de anunciar na sua conferência Think Digital novas capacidades e serviços baseados em Inteligência Artificial (IA), desenhados para apoiar os CIO na automação das suas infraestruturas de TI por forma a serem mais resilientes face a futuras disrupções e para os ajudar a reduzir custos.

A IDC prevê que, até 2024, as empresas que utilizam IA conseguirão responder a clientes, concorrentes, reguladores e parceiros, 50% mais rápido do que aquelas que não utilizam a IA.
 
O  IBM Watson AIOps é uma nova oferta que utiliza a IA para automatizar a forma como as empresas detetam, diagnosticam e respondem a anomalias de TI em tempo real. Incidentes e interrupções imprevistas de TI podem ter custos avultados, com impacto negativo nas receitas e na reputação das empresas. A Aberdeen estima que uma interrupção de serviço pode ter um custo de cerca de 260 mil dólares por hora.

Por outro lado, o  IBM Watson AIOps irá também permitir a automação no nível da infraestrutura e foi desenhado para ajudar os CIOs a prever e moldar melhor os resultados futuros, concentrar os recursos em tarefas de maior valor  e criar redes mais responsivas e inteligentes que possam manter-se em funcionamento por mais tempo.

Esta nova solução foi desenvolvida na versão mais recente do Red Hat OpenShift para estar disponível em ambientes híbridos de Cloud e funciona em conjunto com tecnologias de colaboração, como são exemplos o Slack e a Box. Também funciona com fornecedores de soluções tradicionais de monitorização de TI, como a Mattermost e ServiceNow.

A IBM lança também o Accelerator for Application Modernization with AI, que está incluído nos serviços de Modernização da Cloud da IBM. Este novo recurso foi desenhado para apoiar os clientes a reduzir o esforço e os custos associados com a modernização de aplicações. Oferece uma série de ferramentas projetadas para otimizar a jornada de modernização, acelerando a análise e as recomendações para várias opções de arquitetura e microserviços.

“O que aprendemos com empresas de todo o mundo é que existem três fatores principais que determinarão o sucesso da IA ​​nas empresas – linguagem, automação e confiança”, disse Rob Thomas, Senior Vice President de Cloud e Data Platform da IBM. “A crise da COVID-19 e o aumento da procura por recursos de trabalho remoto estão a causar uma necessidade crescente de automação e IA ​​a uma taxa e ritmo sem precedentes. Através da automação, estamos a dotar os CIOs e as suas equipas com a capacidade de priorizar o trabalho crucial das empresas digitais de hoje – gerindo e explorando dados para aplicar insights preditivos que ajudam a obter melhores resultados de negócio e custos mais baixos”.

“O nosso setor foi afetado pela pandemia. O nosso trabalho em IA nos últimos anos ajudará a mitigar alguns dos desafios futuros”, afirmou Roland Schuetz, Vice-Presidente Executivo e CIO do grupo Lufthansa.

Trabalhar com a IBM para aplicar as suas tecnologias de IA Watson ajudou-nos a acelerar a modernização do nosso Data Science Tool Landscape. Utilizamos a IA para automatizar processos que resultam em benefícios, no atendimento ao cliente ou noutros tópicos operacionais. Desta forma, estamos a desenvolver uma contribuição importante para um reinício sólido após a crise”.

“O Slack é mais valioso quando se integra com as outras ferramentas que os clientes usam todos os dias, trazendo informações críticas de negócio para canais colaborativos em que esses dados podem ser trabalhados pelas equipas ”, disse o CEO e co-fundador da Slack, Stewart Butterfield. “Utilizando o Slack com o Watson AIOps, os operacionais de TI podem colaborar eficazmente em soluções de incidentes, permitindo que trabalhem sobretudo na resolução de problemas, em vez de se limitarem a identificá-los. ”

“Nesta nova era de trabalho remoto, a partilha e o acesso seguros a ficheiros a qualquer momento e em todas as nossas aplicações são mais importantes do que nunca”, disse Aaron Levie, CEO da Box. “Estamos entusiasmados em alargar a nossa parceria com a IBM para disponibilizar conteúdo e colaboração no Watson AIOps, permitindo que as empresas e os departamentos de TI realizem o seu trabalho com mais rapidez, simplicidade e segurança.”

Além de automatizar as operações de TI, a IBM está também a anunciar uma série de novos e atualizados recursos desenhados para fornecer aos CIOs um manual de operação neste novo contexto.

· Automate Business PlanningIBM Cloud Pak for Data, a plataforma de dados e IA totalmente integrada da IBM, foi atualizada com uma série de novos recursos desenhados para ajudar os líderes de negócio a automatizar o acesso a dados críticos business-ready. Por exemplo, foram adicionados à plataforma as soluções de IBM Planning Analytics, criadas para permitir que os utilizadores automatizem o planeamento, o orçamento e a previsão do negócio; e recursos DataOps, como o IBM InfoSphere Master Data Connect, que permite aos utilizadores aceder a implementações de MDM em ambientes locais.

· Automate Business Operations – Uma nova e importante atualização do IBM Cloud Pak for Automation, software para desenhar, criar e executar aplicações de automação, permite que os clientes criem facilmente soluções de automação com “trabalhadores digitais” de IA. “Trabalhadores digitais” automatizam o trabalho rotineiro e colaboram com colegas humanos. Os novos recursos podem ajudar a simplificar a forma como as organizações digitalizam as capacidades de automação, como a captura de dados ou a automação de tarefas.

· Automate Call Centers – O IBM Watson Assistant, a plataforma de conversação baseada em IA da IBM, também foi atualizada para ajudar a automatizar de maneira inteligente as interações mais complexas que exigem mais conhecimento, e que irão  aumentar a satisfação dos clientes e também reduzir custos operacionais. O IBM Watson Assistant agora possui um interface de utilizador pré-criado que não requer esforço de desenvolvimento para implementar e foi desenhado com as melhores práticas baseadas na experiência de utilizadores. Além disso, novas integrações a algumas das principais plataformas de atendimento ao cliente preservam os investimentos existentes dos clientes nesses serviços. Por fim, um novo recurso chamado “autolearning”, atualmente em desenvolvimento e com lançamento previsto para este verão, aprenderá com o comportamento anterior do cliente para oferecer as melhores e mais relevantes respostas para novas perguntas sobre o mesmo tópico. Da mesma forma que as pessoas melhoram o seu desempenho com o tempo, aprendendo com as interações com os clientes, a aprendizagem automática oferece agora recursos semelhantes para o assistente virtual.

Os lançamentos de hoje juntam-se às soluções recentemente anunciadas para a COVID-19, que já estão a ajudar as empresas neste novo ambiente. Empresas e instituições líderes recorrem aos serviços IBM e à nossa liderança em Cloud, dados e soluções de IA para ajudar na recuperação durante esta pandemia.

Read also :