Herdeiro da Samsung saiu da prisão

EmpresasNegócios

Jay Y. Lee, herdeiro do grupo Samsung, saiu esta segunda-feira da prisão onde se encontrava na Coreia do Sul depois de um painel de juízes suspender a sua sentença.

Jay Y. Lee, herdeiro do grupo Samsung, saiu esta segunda-feira da prisão onde se encontrava na Coreia do Sul depois de um painel de juízes suspender a sua sentença. A decisão foi considerada uma surpresa para o país.

A poucos dias da Coreia do Sul receber os Jogos Olímpicos de Inverno, o debate público à volta da corrupção, que afastou a presidente Park Geun-hye no último ano, voltou às ruas do país asiático.

O tribunal de Seul sentenciou Lee a dois anos e meio de prisão por suborno e desfalque, mas reduziu a sentença por quatro anos e meio. Diz a Reuters que será pouco provável que o herdeiro da Samsung volte a servir pena na prisão.

Lee, de 49 anos, tem estado detido desde fevereiro de 2017. À saída da prisão onde cumpriu pena, explicou que “o último ano foi um tempo verdadeiramente valioso para olhar para mim próprio”.

Lee Kun-hee, o patriarca da ‘família Samsung’ sofreu um ataque cardíaco em 2014 e escapou à convicção de evasão fiscal e desfalque quando foi perdoado pelo antigo presidente sul-coreano Lee Myung-bak. Para muitos, esta foi uma decisão para fazer com que o patriarca fosse a principal figura para assegurar os Jogos Olímpicos de Inverno no país.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor