GeraZão: Facebook lança programa educativo online

Negócios

GeraZão é direcionado para pais, educadores e jovens portugueses, com apoio da Direção-Geral da Educação, o Seguranet, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia e o Centro Internet Segura.

O Facebook e ONG parceira Cibervoluntarios Foundation lança o GeraZão, um programa educativo online direcionado para jovens portugueses e respetivos educadores e pais. O programa GeraZão está disponível em https://www.gerazao.org/, com o apoio institucional da Direção-Geral da Educação, o   Seguranet, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia e o Centro Internet Segura.

Através de conteúdo interativo online, o GeraZão foi concebido para informar jovens, educadores e familiares, em casa ou na escola, com material educativo sobre temáticas que possam comprometer a segurança e privacidade, como por exemplo, o bullying e sextorsion. O objetivo é assegurar que existe suficiente informação em Portugal para que os jovens possam adquirir maior conhecimento das boas práticas de utilização na internet, desde o consumo de informação de forma crítica, até à produção e partilha de conteúdos de forma responsável.

O GeraZão espera que os jovens portugueses aproveitem ao máximo, de forma consciente, as oportunidades positivas que a internet oferece. 

“Estamos muito entusiasmados por implementar em Portugal este programa”, garante Natalia Basterrechea, responsável do Facebook Espanha e Portugal na área de políticas públicas. “É fundamental para o Facebook que os jovens, pais e educadores portugueses, consigam usar a internet de forma segura, conscientes dos riscos que existem e ao mesmo tempo, das possibilidades de segurança e privacidade que as redes sociais oferecem”. 

Entre o conteúdo interativo, destaca-se o “Desafio Z” – um itinerário online que constrói uma rede saudável e segura, e o “Escape Room Z” – um jogo que permite uma aventura digital educativa.

A interatividade é uma parte integral do GeraZão, com conteúdos visualmente atraentes e de fácil captação, de forma a tornar o material didático participativo. O objetivo primordial é que os jovens tenham capacidade de enfrentar os principais desafios que existem na internet. 

O material educativo inclui entre outros, a Biblioteca de Literacia Digital do Facebook e os Recursos de formação do Instagram, que podem ser transferido por qualquer educador, com padrões e guias sobre temas como o assédio, a identidade digital e a marca pessoal.