Fujitsu tem novo serviço 360 de aferição de ameaças

Segurança

Este serviço de aferição avançada de Cyber Threat Intelligence pretende ajudar as organizações a manterem-se seguras através da identificação proactiva e da resposta a vulnerabilidades de cibersegurança.

A Fujitsu lançou um novo serviço de aferição de Cyber Threat Intelligence (CTI) com o objetivo de dar as empresas ferramentas que as permitam  a identificar e responder a vulnerabilidades de segurança que podem ser exploradas por alguém com propósitos maliciosos.

O Threat 360 da Fujitsu permite que as empresas apertem as suas defesas digitais contra um número crescente de ciberataques sofisticados e direccionados, que trazem consigo a ameaça de perda de receitas, danos à reputação e coimas de entidades reguladoras. O Threat 360 ajuda-o a proteger-se contra malware e ransomware e mitiga a fuga e a perda de dados.

Este serviço  avançado de aferição de CTI que sonda os níveis de segurança de uma organização tanto ‘de dentro para fora’ como ‘de fora para dentro’ para destacar os pontos fracos nas políticas de segurança holísticas. Inclui o Passive Threat Assessment, que procura ameaças com base em informação disponível tanto na web normal como na dark web, e rastreia informação potencialmente perigosa que pode estar publicamente disponível na web – como cópias de documentos ‘somente para uso interno’ e outros dados não estruturados.

Além disso, o Fujitsu Threat 360 fornece um Malware Assessment. Baseado na tecnologia Cylance, este serviço efectua uma análise exaustiva a ameaças adormecidas ou activas no ambiente TI de uma organização. O Threat 360 está disponível em toda a região da Europa, Médio Oriente e África (EMEA) a partir da equipa da Fujitsu líder a nível mundial em Cyber Threat Intelligence que trabalha no Advanced Threat Center de Warrington, no Reino Unido.