Empresa do setor metalomecânico espera crescimento de 10% em 2018

EmpresasNegócios

A DNC Técnica, uma das empresas do projeto Portugal Steel da CMM, expandiu recentemente o seu negócio para uma nova área: Robotics, Automation & CMM Experts.

A DNC não poderia deixar passar este novo desafio da indústria 4.0. Uma nova área de negócio que é uma aposta em know-how e tecnologia. As soluções desenvolvidas pela DNC Técnica podem ir de uma simples utilização de QR Code ou RFIDna monitorização das peças em produção, até à implementação de células de produção flexíveis (têm como objetivo juntar os vários processos de fabrico, pelos quais têm de passar as peças, num único processo).

A nova área de negócio da DNC Técnica implementa conceitos de pós-processamento off-line e interligação digital da informação gerada pelos vários departamentos das organizações, fornece soluções que, simplificam a comunicação entre os diversos equipamentos de produção e reduzem substancialmente os tempos de pré-set. Por último, mas não menos importante, minimizam o fator erro humano.

A área Robotics, Automation & CMM Expert conta com uma vasta equipa de colaboradores qualificados em máquinas CNC e EDM e baseia-se numa nova abordagem nas áreas da metrologia industrial CMM e automação industrial.

Esta é uma nova área de negócio, que cresceu naturalmente face às exigências e novas tendências de mercado e enquadrou-se no core-business da DNC Técnica, como complemento das áreas de negócio já existentes.

De acordo com Francisco Neves, CEO da DNC Técnica, “Desde 2015 até ao momento, o volume de negócios tem vindo sempre a crescer gradualmente e este ano prevê-se que o seu valor atinja os seis milhões de euros, o que corresponde a um crescimento de 10%. Indicador que revela a nossa aposta na qualidade e grande especialização num mercado tão competitivo, bem como a confiança que os clientes depositam em nós. Em 2017 finalizámos o ano com 43 colaboradores e este ano prevemos admitir mais colaboradores, sobretudo na aérea técnica, para continuar a dar resposta às necessidades dos nossos clientes”.

Apesar de ser uma empresa portuguesa e familiar, que fornece maioritariamente o mercado português, a maioria dos seus clientes são empresas exportadoras. A exportação direta representa cerca de 20% do negócio da empresa, tendo Itália, Angola e Espanha como principais mercados.

Read also :