Corporate Vehicle Observatory muda de denominação

Mobilidade

O projeto Corporate Vehicle Obsrvatory mudou. Agora, chama-se Arval Mobility Observatory, e visa fornecer pesquisas independentes e confiáveis ​​para entender e antecipar as mudanças que afetam o mundo da mobilidade.

A mobilidade corporativa está a evoluir rapidamente e novas soluções estão a desenvolver-se com muita rapidez. Por esta razão, o projeto Corporate Vehicle Obsrvatory também mudou. Agora, chama-se Arval Mobility Observatory, e visa fornecer pesquisas independentes e confiáveis ​​para entender e antecipar as mudanças que afetam o mundo da mobilidade.

O Arval Mobility Observatory é lançado hoje como uma nova plataforma independente de pesquisa e inteligência que fornece uma visão detalhada e com conhecimento do mundo da mobilidade. Substituindo o Francês Observatoire du Véhicule d’Entreprise, que foi lançado pela primeira vez em 2002, e o anterior International Corporate Vehicle Observatory, traz uma visão 360 ​​° e com insights mundiais das tendências de mobilidade, soluções e as suas aplicações na vida diária.

A mudança foi iniciada como resposta à forma como o transporte nas empresas está a mudar e se está a desenvolver rapidamente. Hoje, inclui soluções de mobilidade e opções de viagem para particulares, juntamente com escolhas estabelecidas, como veículos da empresa, explicou Yaël Bennathan, a recém-nomeada Responsável do Arval Mobility Observatory.

“O Observatório de Mobilidade Arval está a tornar-se uma plataforma única e reconhecida em todo o mundo, contando com um grupo de reflexão que observa, estuda, interpreta e discute os desenvolvimentos esperados na área da mobilidade num sentido mais amplo. Vivemos tempos empolgantes e antecipamos mudanças fundamentais na nossa indústria e devemos abraçá-las rapidamente”, refere Bennathan.

O Arval Mobility Observatory visa fornecer informações detalhadas e precisas para partilhar com todos os tipos de públicos – não apenas grandes empresas, como também pequenas e médias empresas, indivíduos, fabricantes de automóveis, instituições públicas, estudantes e outros. O Arval Mobility Observatory quer contribuir para a sociedade e para o meio ambiente, ajudando todosstakeholders a compreender melhor o novo paradigma de mobilidade, que está a evoluir, e apoiá-los a encontrar o seu caminho nesta crescente oferta de soluções de mobilidade disponíveis.

Numa era em que os dados estão a tornar-se um ativo essencial, o Arval Mobility Observatory examinará o que a recolha e o uso de dados podem trazer para a compreensão dos ecossistemas de mobilidade, bem como para a otimização dos recursos e melhoria de desempenho.

O Arval Mobility Observatory será patrocinado e apoiado pela especialista mundial em locação e mobilidade Arval, pertencente ao grupo BNP Paribas. Yaël acrescenta: “O apoio da Arval para o observatório é muito importante para que este seja bem-sucedido. A Arval é capaz de nos ajudar através da partilha de informação e conhecimento dos seus especialistas, respeitando a autonomia e a independência com as quais pretendemos operar, como uma indústria cruzada, um “think tank” e uma plataforma especializada.”   

Alain Van Groenendael, CEO da Arval, acrescentou: “Na Arval, estamos muito contentes por fazer parte deste projeto e disponibilizaremos os nossos conhecimentos e dados, de forma anónima, para partilhá-los com uma comunidade de especialistas mais ampla.  A nossa visão do futuro é que a mobilidade e as opções já estabelecidas de transporte funcionem lado a lado, e que as informações produzidas pelo Arval Mobility Observatory sejam fundamentais ​​para nos ajudar a planear essa transformação e construir as parcerias certas em todo o setor. Ao fazer isto, num mundo em que os veículos serão cada vez mais conectados, pretendemos servir melhor os nossos clientes, atores da indústria e utilizadores dos nossos serviços de mobilidade.”

Gonçalo Cruz, Responsável de Consultoria e do Arval Mobility Observatory em Portugal, sublinhou: “Como plataforma de inteligência e pesquisa que segue e partilha opiniões de especialistas e tendências de mobilidade, este novo Observatório de Mobilidade Arval é também um sinal dos tempos. O futuro da mobilidade não diz respeito apenas a veículos corporativos.  É vista, cada vez mais, como um serviço, um tema de consumo, que toca em decisões corporativas e individuais.”