Compras online voltam a ser um indicador relevante

e-Commercee-Marketing

O valor médio das compras registado nas duas primeiras semanas de dezembro foi de 36,6 euros no online, uma variação negativa de valor face ao mês anterior de 3,7%.

Os mais recentes dados da SIBS Analytics revelam que as compras online voltam a ser um indicador relevante para compreender as alterações de consumo em Portugal.

Na verdade, a SIBS Analytics explica que “estas compras continuam a crescer em contraciclo com a quebra do consumo em loja“.

Nas duas primeiras semanas de dezembro, as compras online aumentaram 41% em comparação com o mesmo período do ano passado, acentuando em dois pontos percentuais o crescimento assinalado no mês de novembro.

Por outro lado, as compras físicas na Rede Multibanco acentuaram nas primeiras duas semanas de dezembro “a quebra registada no mês de novembro, registando uma variação negativa de 14% em comparação com o mesmo período de 2019″.

 Os dados do SIBS Analytics permitem também aprofundar a análise do consumo por setor, revelando que na primeira metade do mês de dezembro, houve uma ligeira alteração do peso dos bens essenciais (Super & Hipermercados e Pequena distribuição Alimentar, Farmácias e Parafarmácias) no total de compras físicas em Portugal.

Já no consumo online, é possível concluir que o peso acumulado dos setores de Entretenimento, Cultura & Subscrições, Comércio Alimentar & Retalho, e Restauração, Food Delivery & Takeaway “voltou a crescer dentro do número total de compras no canal digital”.

Estes setores representaram, nas duas primeiras semanas do mês de dezembro, “41% do total de compras online, mais 13 pontos percentuais do que no período anterior à pandemia e mais um ponto percentual do que em novembro”, referiu a SIBS Analytics.

Já o valor médio das compras registado nas duas primeiras semanas de dezembro foi de 38,9 euros em loja, um incremento de 4,3% face ao mês de novembro, e de 36,6 euros no online, uma variação negativa de valor face ao mês anterior de 3,7%.

Read also :