Cisco continua a reforçar aposta no talento

GestãoSkills

O Centro de Customer Experience sediado em Lisboa registou um crescimento significativo nos primeiros dois anos e recrutou mais de 150 engenheiros.

Junho assinalou o segundo aniversário do Centro de Customer Experience (CX) da Cisco em Portugal.

Sediado em Lisboa, o CX é o centro de serviços partilhados do Grupo para toda a região EMEAR (Europa, Médio Oriente, África e Rússia), oferecendo Serviços Profissionais, Serviços de Suporte Técnicoe Customer Success.

Uma percentagem crescente da equipa da Cisco Portugal está concentrada neste centro de serviços partilhados, a par dos serviços de Sales Operations.

Estes últimos têm como principal função suportar as equipas de vendas e garantir o suporte à operação ao nível de EMEAR, atuando sobretudo nas áreas de Serviços a Clientes e Parceiros, Serviços para Colaboradores e Supply Chain.

Os profissionais do CX português possuem “uma vasta experiência e domínio técnico em tecnologias de áreas como Enterprise Networking, Segurança, Data Center, Prestação de Serviços e Colaboração”.

Para além disso, este centro proporciona também suporte técnico de engenharia para todo o portefólio CX, oferecendo “a melhor experiência ao cliente no mercado”, revela a Cisco.

Essa experiência vai desde a implementação à adoção dos serviços e tecnologias Cisco, passando pela otimização e realização de valor.

A especialização técnica, as soft skills, as capacidades linguísticas e as infraestruturas de telecomunicações “são alguns dos fatores que diferenciam este centro de operações da Cisco” e que têm contribuído para o seu crescimento.

Ao longo destes dois primeiros anos de atividade, foram recrutados mais de 170 engenheiros, aproximadamente metade dos quais portugueses.

A Cisco também ofereceu oportunidades de realocação em Portugal a colaboradores internos, de forma a assegurar uma fundação sólida no país.

Neste mês de aniversário, destaque também para a relação de proximidade que o CX da Cisco tem vindo a estabelecer com organizações governamentais, iniciativas como a Women In Tech e ainda universidades portuguesas.

Claudia Kittredge, senior director, Cisco Global CX Centers Portugal Site Lead explica que “Portugal dispõe de talento com formação de qualidade e capacidades técnicas e multilinguísticas e os colaboradores portugueses têm contribuído para que a Cisco seja reconhecida como um dos melhores locais para trabalhar no mundo”.