CIONET tem mais de 500 membros em Portugal

Negócios

A CIONet Portugal anunciou que já tem mais de 500 membros, sendo um dos dez países com mais membros da rede CIONET em todo o mundo.

A CIONet Portugal anunciou que já tem mais de 500 membros, sendo um dos dez países com mais membros da rede CIONet.

A CIONet tem como missão conectar os CIOs, CTOs e Diretores de TI de vários pontos do mundo e, tendo em conta o processo de evolução da comunidade a nível nacional nos últimos anos, o momento em que se ultrapassa a marca dos 500 membros portugueses significa uma expressiva solidez da rede em Portugal e internacionalmente. Para isto, contribui a enorme experiência e conhecimento dos decisores tecnológicos que fazem parte da comunidade.

Fernando Cristóvão, o membro número 500, é IT & Operations Director da Sodexo Pass Portugal. A Sodexo está presente em mais de 80 países e tem, atualmente, 425 mil colaboradores em todo o mundo. Em Portugal, explica Fernando Cristóvão, a empresa tem como destaque “as parcerias com as entidades do sistema financeiro, em particular com os players de sistemas de pagamentos, locais e internacionais, a incluir banca, processamento e card brands. Inserimos estas entidades no núcleo dos nossos serviços para oferecer a melhor Customer Experience, aliando o seu rigor regulatório à inovação e know-how da Sodexo”.

“A desmaterialização, a flexibilidade e adaptabilidade das soluções ou a capacidade de resposta são aspetos a que estamos muito atentos e sobre os quais temos vindo a trabalhar numa evolução necessária e indispensável”, explica o membro número 500 da CIONet Portugal.

Rui Serapicos, Managing Partner da CIONet Portugal, salienta que “todos os membros são importantes para o crescimento desta rede que proporciona uma partilha de informações, experiências e conhecimento única na Europa e na América Latina. Os 500 membros portugueses fazem com que o país tenha uma participação superior a 7% nesta rede mundial e muito têm contribuído para levar o que de melhor se faz em Portugal a todo o mundo”.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor