Cibercriminosos utilizam Microsoft para roubar dados pessoais

Segurança

Malware Zloader rouba informações pessoais através da alteração da assinatura digital da Microsoft e é conhecido por distribuir malware.

A Check Point Research alertou para uma nova campanha de malware que está a utilizar a verificação da assinatura digital para roubar as credenciais dos utilizadores e informações sensíveis.

ZLoader de seu nome, o malware já soma mais de 2,000 vítimas em 111 países.

A CPR atribui a campanha maliciosa, que data de Novembro de 2021, ao grupo Malsmoke, que tem feito um grande esforço para aprimorar as suas técnicas evasivas.

O ZLoader é conhecido por ser uma ferramenta de disseminação de ransomware, incluindo Ryuk e Conti.

Falamos aqui de um trojan bancário que recorre a web injection, uma técnica que, através da injeção de código malicioso, permite roubar cookies, passwords e quaisquer outras informações sensíveis.

Conhecido por distribuir malware, o ZLoader foi identificado em setembro de 2021 pela Cybersecurity and Infrastructure Security Agency (CISA) dos EUA, no âmbito da investigação relativa à disseminação do ransomware Conti.

No mesmo mês, a Microsoft alertou para a alteração do método de ataque do ZLoader. Os atacantes estavam a comprar palavras-chave do Google Ads para distribuir várias cadeias de malware, incluindo o ransomware Ryuk.

Agora, a CPR noticia o ressurgimento do ZLoader numa campanha que conta já com mais de 2000 vítimas espalhadas por mais de 111 países. O ataque é atribuído ao grupo de cibercriminosos MalSmoke.

Read also :