Ciberataques aumentam em período de pandemia

Segurança

No final de Janeiro, celebra-se o Dia Europeu da Proteção de Dados, sendo que o número de ciberataques registou um aumento face ao ano passado, crescendo mais 15%.

Hoje comemora-se o Dia Europeu da Proteção de Dados, promovido pelo Conselho Europeu.

Uma data que ganha outra relevância este ano, com o grande aumento do número de ciberataques que se verificou no decorrer do ano passado – mais 15% face a 2019.

Estudos demonstram que pequenas e médias empresas (PMEs) são particularmente afetadas pelo cibercrime, com 43% dos ciberataques a almejar negócios de menor dimensão.

Tendo em conta esta realidade, a Dynabook Europe conta com uma gama de soluções de computação que “facilita a gestão dos crescentes requisitos de segurança”.

Diz a dynabook que “muitos dos mais populares mecanismos de segurança, como os antivírus, agem tarde demais ou falham em detetar malware a tempo”.

Assim sendo, as empresas podem proteger os seus portáteis “ao nível da BIOS”.

Uma outra vantagem é a possibilidade de os administradores de TI utilizarem a BIOS da dynabook “para garantirem a cada colaborador direitos de acesso individuais ou desativarem dispositivos desnecessários”.

Em conjunto com a Microsoft, a dynabook oferece uma gama de dispositivos Secure Core particularmente adequados a indústrias que trabalham com dados pessoais privados, como os setores financeiros e de saúde.

Todos os dispositivos de utilizador final integrados na rede de uma empresa representam um potencial gateway para ciberataques.

Assim sendo, os colaboradores devem estar sensibilizados para questões como proteção de dados e segurança das TI até porque trabalhar a partir de casa aumenta significativamente os riscos a explorar pelos cibercriminosos.

Read also :