Anchorage Digital Bank é o primeiro banco oficial de criptomoedas

economia

A instituição virtual, que foi aprovada a nível federal nos EUA, foi totalmente criada por um português.

O Governo federal dos EUA aprovou oficialmente no mercado das criptomoedas o Anchorage Digital Bank.

Trata-se do “primeiro Banco de bens digitais do mundo” e tem como fundadores o português Diogo Mónica e o norte-americano Nathan McCauley.

A aprovação deste novo banco surgiu com a validação por parte do Office of the Comtroller of the Currency (OCC), um órgão independente do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, e coloca o Anchorage Digital Bank no mesmo patamar regulamentar dos outros bancos tradicionais do país.

“Os bens digitais mereciam um banco e estamos imensamente orgulhosos em termos
sido aprovados como uma instituição”, refere Diogo Mónica, presidente e cofundador da
Anchorage.

A fintech acredita que este é o momento certo para o lançamento do banco, numa altura
em que se assiste ao “aumento da adoção de criptomoedas, por parte de instituições, que
vão desde grandes gestores de ativos, a tesouros empresariais, doações e escritórios
familiares”.

A empresa americana, com ADN português, vê com bons olhos a evolução deste setor e antecipa “uma procura crescente de uma vasta gama de serviços”.