Alibaba pode comprar empresa de distribuição de comida

EmpresasFinançasNegócios

A gigante chinesa Alibaba estará a entrar em negociações para adquirir a plataforma de entrega de comida Ele.me.

A gigante chinesa Alibaba estará a entrar em negociações para adquirir a plataforma de entrega de comida Ele.me. No entanto, ainda não foi apresentada nenhuma proposta.

A Beijing Hualian Department, um acionista da Rajax, empresa que detém a Ele.me, explicou que a Alibaba estava em conversações com a Rajax para aumentar a sua participação que detém na Ele.me.

“A Alibaba entrou recentemente em contacto com todos os proprietários da Rajax e expressou a sua intenção de comprar”, disse o acionista, que detém uma participação de 2%. “No entanto, a empresa ainda não assinou nenhum acordo para transferir qualquer património da Rajax para a Alibaba. As questões-chave, como o preço, o tempo, o volume e o método, de qualquer transferência de capital estão em discussão”.

Duas pessoas ligadas ao assunto disseram que a gigante chinesa fez uma proposta para comprar toda a participação da Ele.me esta semana. Uma das fontes disse que as negociações estavam num estágio inicial e que o acordo irá ajudar a Alibaba, dando-lhe acesso à frota de funcionários registados da Ele.me.

Segundo uma notícia da Bloomberg esta semana, a Alibaba poderá comprar a participação de outros investidores, incluindo da rival Baidu. A Alibaba não se mostrou disponível para comentar a notícia.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor