Ações da Intel atingem máximos de duas décadas

EmpresasFinançasNegócios

O mercado respondeu positivamente aos fortes resultados da empresa de que a tentativa de afastamento do negócio de computadores está a dar resultado.

O valor das ações da Intel aumentou 7% na última sexta-feira atingindo um novo máximo em quase duas décadas. O mercado respondeu positivamente aos fortes resultados da empresa de que a tentativa de afastamento do negócio de computadores está a dar resultado.

Cada ação chegou a valer 48,50 dólares, um máximo que foi visto pela última vez em setembro de 2000 durante o ‘boom’ das empresas “dotcom”. Os investidores também ficaram mais confortáveis depois da empresa assegurar que não espera nenhum impacto material por causa das recentes falhas de segurança descobertas em milhares de milhões de processadores.

A empresa norte-americana ajudou a estabelecer a indústria de computadores pessoais, sendo uma das principais fabricantes de processadores do mundo. No entanto, nos últimos anos e com a descida da procura por computadores, a Intel tem se focado em fazer processadores para data centres.

As receitas da Intel para o seu negócio de data center subiu cerca de 20%, atingindo os 5,58 mil milhões de dólares. Um analista da Credit Suisse explicou que “a Intel está a navegar com sucesso na transição de ser uma empresa focada no PC para ser focada em data centres – especificamente, o negócio de data center da Intel é agora cerca de 47% das receitas” da empresa.

Os analistas acreditam, também, que a Intel vai beneficiar este ano da maior procura por computadores de gaming, chips de memória e da venda de modem para os iPhones da Apple. A Intel tem suplantado cada vez mais a Qualcomm como principal fornecedor de modem para a Apple.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor