Web Summit pode ajudar a construir futuro melhor

Inovação

Paddy Cosgrave deu as boas-vindas aos conferencistas e abriu as portas ao primeiro dia da “nova” Web Summit.

Lisboa volta a receber a Web Summi, este ano em formato totalmente digital, face às condições impostas pela pandemia de COVID-19, com Filomena Cautela como apresentadora de serviço.

A sessão de abertura contou com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa que fez questão de lembrar que esta será “uma Web Summit inovadora, totalmente digital, mas que vai manter o mesmo ritmo de sempre”.

O Primeiro-Ministro lembra que a sociedade no pós-pandemia terá de ser, necessariamente, diferente: “Cabe-nos a nós garantir que será melhor.”

Por isso mesmo, importa fazer da Web Summit 2020 “o ponto de partida para construir este futuro melhor”.

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia foi a senhora que se seguiu no palco principal da Web Summit 2020, começando por assegurar que “a Europa quer liderar no digital“.

A líder da CE recorda que 2020 é ano de crise económica mas também a época em que se registou um «significativo crescimento das empresas de tecnologia europeias ao longo deste ano».

«Só em 2020 o valor das empresas tecnológicas europeias cresceu quase 50%», disse Ursula von der Leyen. 

De resto, nos últimos cinco anos «o valor das empresas tecnológicas europeias quadruplicou». Contas feitas para que a Europa possa vir a ser «o próximo líder no digital».