30 anos de Microsoft em Portugal

Negócios

Em 1990, quando se instalou no nosso país, contava apenas com um colaborador; trinta anos volvidos atinge o marco das 1.100 pessoas.

A Microsoft celebra este ano o seu trigésimo aniversário em Portugal. Quando arrancou, em 1990, a empresa contava apenas com Rodrigo Costa mas em três décadas atingiu as 1100 pessoas e duplicou os números nos últimos quatro anos.

Em conferência de imprensa, Paula Panarra, diretora-geral da Microsoft Portugal disse acreditar que a empresa tem tido “um papel fundamental no desenvolvimento da economia e a digitalização da sociedade portuguesa”.

Um papel ainda mais determinante tendo em conta o contexto atual: “Recentemente, estivemos na resposta inicial de emergência ao COVID-19. Agora estamos focados em ajudar os nossos clientes na recuperação económica e a re-imaginar como irão trabalhar, otimizar as suas operações, relacionar-se com os seus clientes ou até criar novos produtos e serviços, para o pós-pandemia.”

Sob o mote “Ativar Portugal”, a Microsoft tem vindo a construir um forte ecossistema suportando a Transformação Digital através da tecnologia.

Com um período pandémico, conturbado, pelo meio, a visão da Microsoft para este ano fiscal, que teve início recentemente, assenta agora em três pilares fundamentais: Economy Recovery, Skilling e Sustentabilidade.

Paula Panarra aproveitou ainda a oportunidade para anunciar o regresso do “Building the Future” nos dias 26, 27 e 28 de janeiro que vai reunir especialistas sob o tema “The Future is Now”.

Read also :