16 de Maio de 2017

EasyVista anuncia novo vice-presidente de vendas EMEA

EasyVista, empresa dedicada à gestão de serviços para grandes e médias organizações, nomeou Frédéric Pierresteguy para Vice-Presidente de Vendas EMEA. Esta entrada na equipa de gestão executiva da empresa reflete o crescimento contínuo e a rápida expansão na América do Norte, Europa, África e Médio Oriente.

Universidade de Coimbra vai usar solução de análise de dados JMP do SAS

A Universidade de Coimbra adquiriu o software JMP Academic Suite, um programa para estatística produzido pela unidade de negócios JMP do SAS, que pode ser utilizado tanto para o ensino como para o contexto académico. Disponível para Windows e Macintosh, o JMP servirá para professores e investigadores como uma ferramenta útil para as suas respectivas atividades. É de realçar que a sua capacidade e desempenho na área de DOE (Design of Experiments), sendo também utilizado noutras áreas como economia, engenharia civil entre outras.

Empresa tecnológica jp.ik desenvolve dispositivos educativos para estudantes

A jp.ik vai expandir o seu papel no setor da educação global com soluções especificamente concebidas. Em colaboração com a Intel, a jp.ik apresenta os “reference designs” para a educação a sistemas escolares de todo o mundo. Estes “design references” serão produzidos pela jp.ik com o objetivo de melhorar e inspirar produtos de valor acrescentado para a educação.

Decunify recebe o Partner Community Council no Porto

A Decunify, empresa integradora de soluções de comunicações é a anfitriã do 49º Partner Community Council (PCC) EMEA da AVAYA, que está a decorrer desde ontem e até 17 Maio,no Porto. O PCC EMEA é uma comunidade independente e sem fins lucrativos de Parceiros e Distribuidores Autorizados da Avaya na EMEA.

Vodafone Portugal consolida tendência de crescimento no quarto trimestre

Durante o quarto trimestre, que encerra o ano fiscal de 2016-2017 (com início em abril de 2016 e conclusão em março de 2017), a Vodafone Portugal apresenta um incremento das Receitas de Serviços, suportado principalmente pelo forte dinamismo no mercado das comunicações fixas. O foco no cliente, o investimento na expansão e modernização das redes fixa e móvel de última geração são também outros dos motivos apontados pelo CEO da Vodafone Portugal.