6 de Março de 2015

Xiaomi quer investir em cem startups tecnológicas

A Xiaomi quer motorizar o crescimento de cerca de cem startups tecnológicas. O CEO disse que esta estratégia vai permitir que a empresa expanda o seu portfólio de soluções para casas inteligentes. Lei Jun, diretor executivo da Xiaomi, a startup mais valiosa do mundo, revelou que empresa chinesa está procurar atuar como investidora e apoiar perto

MWC 2015: Avenir revela novidades mobile

A Avenir esteve no Mobile World Congress para mostrar as novidades em campos como a energia ou a mobilidade. A B!T falou com Paulo Almeida, General Manager da Avenir Telecom, que deu a conhecer o projeto Yezz, um telemóvel modular e, por isso, mais flexível e personalizável, mas também um smartphone de combate.

Dropbox lança funcionalidade de grupos para empresas

A ferramenta já se encontrava em fase de teste desde o último ano mas, agora, a Dropbox lançou oficialmente uma funcionalidade que permite a criação de grupos também para as empresas presentes na plataforma. A aposta em clientes de maior dimensão será visível também na disponibilização de uma API. A Dropbox anunciou a extensão da

Google Cloud Pub/Sub é um serviço de mensagens entre apps

Até agora, os programadores que trabalhem com os diferentes serviços de cloud da Google tinham de recorrer a outros programas para trocarem mensagens, mas com o Google Cloud Pub/Sub tudo poderá acontecer dentro da mesma solução. O lançamento acontece em versão beta e gratuita. Com o propósito de melhor conectar as diferentes aplicações e serviços

Ferramenta da IBM ajusta apps a problemas visuais e auditivos [atualizado]

A IBM lançou uma ferramenta que permite aos developers adaptarem as suas aplicações aos utilizadores que possam sofrer de alguma incapacidade. Desta forma, ainda durante o processo de programação, as apps podem ser alteradas para que pessoas com deficiências auditivas ou visuais possam usufruir de uma experiência de utilização semelhante à dos restantes utilizadores. A

Amazon agora também é cliente da Alibaba

Num esforço para conquistar o mercado chinês, a Amazon abriu uma loja online na plataforma Tmall, da Alibaba. Já há alguns anos que a empresa norte-americana se instalou na China mas sem alcançar o sucesso pretendido devido ao forte enraizamento da Alibaba. Desde ontem, que os consumidores chineses já têm ao seu dispor mais uma