19 de Janeiro de 2015

Outlook é alvo de ciberataque na China

As contas dos utilizadores chineses do Outlook foram alvo de um ataque informático, poucas semanas após as operações do Gmail da Google terem sido suspensas no país. De acordo com o grupo GreatFire.org, defensor das liberdades digitais, os utilizadores chineses do serviço de correio eletrónico da Microsoft viram, este fim-de-semana, as suas contas serem debilitadas

PT SGPS defende que deu toda a informação aos acionistas

A PT SGPS já respondeu aos acionistas que afirmaram que não teria sido prestada informação suficiente para a assembleia-geral da próxima quinta-feira. A administração da empresa disse que foram prestadas todas as informações necessárias.   A telefónica afirma que forneceu aos seus acionistas toda a informação necessária, reagindo às críticas de alguns acionistas minoritários, que

“Je suis Charlie” como chamariz para crimes digitais

A engenharia social é a primeira arma dos criminosos para conseguir apanhar  o utilizador mais desatento. Além de monitorizar as nossas redes sociais, sempre à procura de falhas, os criminosas estão atentos aos últimos acontecimentos, para “surfar na onda” e aplicar golpes. A Blue Coat, especialista em tecnologia de segurança empresarial que mantém um alerta

Uber promete novos empregos na Europa

O diretor executivo do polémico Uber prometeu criar novos empregos nas cidades europeias que estejam dispostas a acolher o serviço. O Uber não tem sido recebido da forma mais calorosa na maior parte das cidades em que opera, sendo flagelado por inúmeras sanções e críticas. Depois de um dos condutores da sua frota indiana ter

Lei portuguesa não cobre ainda os drones

Os drones estão cada vez mais acessíveis ao consumidor comum e oferecem um cada vez mais amplo espectro de funcionalidades que os tornam dispositivos apetecíveis. Apesar da grande adesão por parte das empresas e consumidores portugueses, o setor dos drones não é ainda legislado. Deixaram de ser apenas ficção-científica e estão já ao alcance do

Apple dispensa programadores de apps na Crimeia

Os developers que têm conta da Apple registada na Crimeia estão a receber uma mensagem que avisa que já não vão poder continuar a criar aplicações para a empresa. A justificação prende-se com o clima de tensão entre os EUA e a Rússia, que anexou a região ucraniana.  Em dezembro de 2014, o Governo norte-americano criou