30 de Dezembro de 2014

Yuri Milner quer investir em startups norte-americanas

O bilionário russo Yuri Milner, que tem uma grande parcela da empresa chinesa Xiaomi, tem planos para investir mais nos Estados Unidos e na China, em 2015. Nos últimos anos, os fundos da DST Global têm sido mais direcionados para a China, como é visível na participação de mais de mil milhões de dólares na

Uber sofre ainda mais pressão na Índia

O governo de Nova Deli afirmou que as companhias de táxis serão obrigadas a reformar as suas frotas se quiserem continuar a operar na capital indiana. A nova legislação foi promulgada no rescaldo do incidente que envolveu o Uber, depois de um dos condutores do serviço online norte-americano ter sido acusado de violar uma passageira. No

Ferramenta de comunicação da Worten vale-lhe prémio Kaizen Lean

A Worten foi distinguida com o galardão Kaizen Lean 2014 pelo desenvolvimento e operacionalização da Tabela Dinâmica de Informação, uma ferramenta de comunicação interna. Reconhecida no segmento de “excelência em inovação e desenvolvimento”, a unidade espanhola da Worten, propriedade do grupo Sonae, concebeu uma ferramenta que permite, segundo a empresa, “facilitar a comunicação entre as

Internet das coisas: o futuro da prevenção de dados

A Internet das Coisas vai complicar o cenário de segurança em casa, na empresa e no seu deslocamento diário. A preocupação dos responsáveis pela segurança é com os servidores Web, sobretudo pelos diferentes dispositivos que têm senhas fracas ou padrão. Recentemente, um caso internacional de acesso a imagens geradas por câmeras privadas de videomonitoramento de

Taiwan “iliba” fabricantes de smartphones

O governo de Taiwan afirmou hoje que uma dúzia de fabricantes de smartphones, entre os quais estava a Xiaomi, não violam a legislação vigente de proteção de dados pessoais. No início do mês de dezembro, a Comissão Nacional de Comunicações de Taiwan revelara que as empresas em causa estavam sob investigação, ameaçando com coimas, e

Descoberto ‘worm’ em reator nuclear sul-coreano

Foi encontrado um ‘worm’ informático de baixo risco no reator nuclear da Coreia do Sul, que já foi removido pelas autoridades. Foi também anunciado que não foram encontrados vírus que pudessem ameaçar os controlos do reator. A Korea Hydro & Nuclear Power Co afirmou que iria aumentar os níveis de segurança, através da contratação de