22 de Dezembro de 2014

Smart Cities vai ser um dos temas quentes para 2015

É um dos grandes temas da atualidade. E vai continuar a ser, pelo menos segundo as grandes consultoras que vão nesta altura do ano lançando documentos com as tendências para 2015. As cidades inteligentes, ou o conceito de “Smart Cities”, veio para ficar. Portugal tem, já há um ano, a Rede RENER – Rede de

Oracle compra empresa de marketing digital Datalogix

A empresa norte-americana adquiriu mais uma empresa para reforçar o seu portfólio de computação cloud. A Datalogix é uma empresa especialista em marketing digital, que permite avaliar a eficácia que as campanhas têm junto dos clientes. Este é mais um dos passos da Oracle, para aumentar o número de serviços que disponibiliza. A Datalogix tem

Instagram avaliado em 35 mil millhões

A aplicação Instagram supera estimativas dos analistas ao conquistar uma avaliação na casa dos 35 mil milhões de dólares. O forte e rápido crescimento foi alimentado por um crescendo do volume de utilizadores e das receitas publicitárias. Tendo, em 2012, sido comprada pelo Facebook num negócio que rondou os mil milhões de dólares, a empresa

Regulador mexicano aprova compra da Iusacell pela AT&T

A entidade reguladora da concorrência do México aprovou a venda da empresa de comunicações móveis Iusacell, à norte-americana AT&T, por cerca de 1,4 mil milhões de euros. No entanto, as condições totais da venda não foram divulgadas. A autoridade afirma que impôs condições ao negócio, para evitar riscos no processo de competição, uma vez que

Schneider Electric distinguida nos Platt Global Energy Awards

O programa Energy Action da empresa foi distinguido com um Stewardship Award, na edição dos prémios Platts Global Energy Awards, devido à redução do consumo energético. Foi reconhecido o esforço da empresa em conservar e gerir o consumo de energia em mais de 300 empresas espalhadas pelo mundo. “A Eficiência Energética está no nosso ADN,

Centrais nucleares da Coreia do Sul foram alvo de ciberataque

O sistema informático da empresa operadora da infraestrutura nuclear da Coreia do Sul foi alvo de um ciberataque, colocando em questão a capacidade de Seoul para defender as suas próprias centrais, principalmente quando faz fronteira com um Estado rival. De acordo com a empresa Korea Hydro and Nuclear Power e com o governo da Coreia