9 de Dezembro de 2013

Índia adia decisão de Vodafone adquirir unidade local

O regulador indiano do investimento estrangeiro diferiu a decisão sobre a proposta do grupo Vodafone em ter o controlo total da sua unidade indiana num negócio de 1,6 mil milhões de dólares. A Vodafone entrou na Índia em 2007 ao comprar os bens da operadora Hutchison Whampoa, um negócio de onze mil milhões de dólares,

GetSocial financia plataforma de social commerce

A GetSocial anunciou esta segunda-feira que fechou uma ronda de investimento total de 630 mil euros, através da participação dos dois novos investidores, Portugal Ventures e Faber Ventures. A startup portuguesa vai disponibilizar ferramentas “sociais” com o objetivo de potenciar vendas em lojas online. Com este investimento, vai também lançar a sua nova oferta dirigida

FBI acede a computadores de pessoas sob investigação

O ex-funcionário do FBI, Marcus Thomas, afirmou que a Agência Federal de Investigação já acedeu a computadores pessoais de pessoas que estão a ser investigadas e utilizou webcams para obter informações. O FBI desenvolveu técnicas avançadas de vigilância que lhe permite ativar secretamente webcams de PCs para espiar pessoas que estão a ser investigadas pela

Anonymous assumem culpa do ataque ao Paypal

O grupo Anonymous assumiu a culpa do ataque feito ao Paypal em 2010, com 13 pessoas a confessarem serem culpadas das acusações protagonizadas pelas autoridades dos Estados Unidos. Há três anos que as autoridades norte-americanas tentam descobrir os culpados pelo ataque de que o Paypal foi vítima, mas só agora os culpados se confessaram. O

Microsoft cria serviço que determina segurança de passwords

Telepathwords é o nome do novo serviço desenvolvido pela Microsoft e por um estagiário da Universidade Carnegie Mellon, que ajuda a determinar se as passwords são, ou não, fracas. Dada a dificuldade em escolher uma palavra-passe que seja fácil de vir à memória mas que seja difícil de adivinhar, ou seja, que tenha um nível

China Mobile perto do iPhone com licença para 4G

A China Mobile teve aprovação do estado para começar a comercializar o serviço 4G, uma barreira agora superada para poder vender os iPhones da Apple aos seus quase 760 milhões de subscritores. A maior operadora do mundo e duas (muito mais) pequenas a nível doméstico receebram as licenças 4G do ministro chinês da Indústria e